header top bar

section content

INSEGURANÇA! Bandidos continuam praticando assaltos na cidade de Sousa. Confira os detalhes!

A polícia foi acionada, esteve no local, passou a realizar rondas, onde encontrou o veículo da vítima abandonado ás margens da rodovia

Por Ana Maria

18/01/2017 às 11h12 • atualizado em 18/01/2017 às 11h13

Polícia apreendeu o menor e encaminhou para a delegacia

Os criminosos continuam atuando com frequência na cidade de Sousa. Nessa terça-feira (17), foram registradas duas ocorrências de roubos que movimentaram a área policial.

Na cidade de Sousa, foi registrado um roubo de um aparelho celular e uma moto na Rua Sinfrônio Nazaré. O crime ocorreu na noite dessa terça-feira (17).

Segundo a Polícia Militar, um indivíduo roubou uma jovem naquela localidade, mas foi surpreendido e perseguido por um policial do Núcleo de Inteligência do 14° BPM que transitava pelo local.

Após ser perseguido, o assaltante deixou para trás a moto e o celular da vítima. Uma guarnição esteve presente no local realizando diligências, mas o acusado não foi localizado.

O segundo roubo foi registrado na mesma noite, no Núcleo Habitacional II, na cidade de Sousa. Segundo a Polícia Militar, uma dupla em posse de uma arma, abordaram um jovem, anunciaram o assalto e roubaram sua moto Fan 150 de cor preta.

A polícia foi acionada, esteve no local, passou a realizar rondas, onde encontrou o veículo da vítima abandonado ás margens da rodovia. Foi efetuada varredura do local e nada foi encontrado além do veículo.

Após ser encontrada, a moto foi levada à delegacia de Polícia Civil para que fossem tomadas as providências cabíveis.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM SOUSA

Radialista revela que “vítima da mão pesada e dos chutes do prefeito Tyrone” disputará eleições em 2020

VÍDEO

Comandante do Corpo de Bombeiros aponta possíveis causas do incêndio no lixão de Cajazeiras

SAÚDE

VÍDEO: Programa Xeque Mate fala sobre a saúde de Cajazeiras e recebe popular e diretoras do HUJB e HRC

REFORMA AGRÁRIA

VÍDEO: Coordenadora da CPT Sertão afirma que terras são um direito dos camponeses e não do agronegócio