header top bar

section content

Grávida que sofreu acidente de moto em Sousa é transferida para Campina Grande

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e esteve no local socorrendo a vítima para o Hospital Regional de Sousa (HRS).

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

15/02/2017 às 17h00 • atualizado em 16/02/2017 às 12h08

Corrinha ficou ferida em acidente entre moto e carro em Sousa (foto: Facebook)

A grávida Maria do Socorro de 35 anos, foi transferida no inicio da tarde desta quarta-feira (15) para o Hospital de Trauma em Campina Grande.

A jovem está com suspeitas de traumatismo craniano,  uma agressão ao cérebro causada por uma força física externa, que pode produzir um estado diminuído ou alterado de consciência, que resulta em comprometimento das habilidades cognitivas ou do funcionamento físico.

O TCE pode geralmente, em sua maioria, é provocado por acidente de trânsito.

O ACIDENTE

Um acidente entre um carro e uma moto deixou uma pessoa ferida na manhã desta quarta-feira (15) na Rua Nestor José Sarmento, bairro Estreito na cidade de Sousa.

De acordo com informações de testemunhas, o acidente envolveu um carro e uma moto, e deixou ferida a vendedora Maria do Socorro Lacerda, de 35 anos mais conhecida como “Corrinha”. A jovem era a condutora da moto e seguia para sua casa quando sofreu o acidente.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e esteve no local socorrendo a vítima para o Hospital Regional de Sousa (HRS).

A jovem que está grávida de oito meses não corre risco de morte, teve escoriações por todo o corpo.

DIÁRIO DO SERTÃO

OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas