header top bar

section content

Vídeo de duas crianças brigando e trocando socos no centro de Cajazeiras vira ‘febre’ na Web

A conselheira tutelar da cidade, Socorro Pires declarou que não pode haver exposição de crianças na internet.

Por Luzia de Sousa

14/07/2017 às 20h38 • atualizado em 14/07/2017 às 22h26

Um vídeo de duas crianças brigando, gravado na Avenida Presidente João Pessoa, centro de Cajazeiras viralizou na web e é alvo de muitas críticas por parte dos internautas.

As imagens foram gravadas por uma pessoa, através de celular, que parecia se divertir com a cena. As imagens mostram duas crianças trocando palavrões, socos e puxões de cabelo.

O vídeo foi publicado na rede social Facebook, em uma página intitulado ‘Talokudo’ no dia 28 de maio deste ano e já conta com quase 3 milhões de visualizações, além de 33 mil compartilhamentos e 11 mil comentários.

Um homem tenta o tempo todo separar as meninas e impedir as agressões mútuas, mas parece não conseguir manter as duas separadas. O motivo da briga não foi divulgado.

As imagens que teriam sido gravadas no ano passado também foram divulgadas em grupos de Whatsapp.

O QUE DIZ O CONSELHO TUTELAR 

A reportagem do portal Diário do Sertão procurou o Conselho Tutelar de Cajazeiras, Socorro Pires, que é uma das conselheiras disse não saber do caso, mas declarou que não pode haver exposição de crianças em redes sociais.

O ECA (Estatuto da Criança e Adolescente) –que garante o direito à preservação da imagem e identidade da criança– é o documento que costuma servir de base para as ações. São os pais os responsáveis por zelar por isso e eles podem ser acionados judicialmente.

DIÁRIO DO SERTÃO

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”