header top bar

section content

DE POMBAL: Mulher encontra mãe que sobreviveu ao acidente envolvendo ônibus que saiu de Cajazeiras

Idosa de 78 anos sofreu fratura exposta no joelho e escoriações nos dedos e nos braços.

Por Luzia de Sousa

15/02/2018 às 14h52 • atualizado em 15/02/2018 às 17h07

Joana Almeida, filha de uma das sobreviventes do acidente desta quinta-feira (15) na BR-020 (Foto: Ana Luiza Carvalho/G1)

Uma sobrevivente do acidente entre um ônibus e uma carreta na BR-020, na manhã desta quinta-feira (15) é natural da cidade de Pombal, Sertão da Paraíba.

SAIBA MAIS!

+ Casal de Sousa viajava em ônibus que saiu de Cajazeiras e se envolveu em tragédia em Brasília

+ Sobe para 8 o número de mortos no acidente envolvendo um ônibus que saiu da cidade de Cajazeiras

+ 6 pessoas morreram no acidente com ônibus que saiu de Cajazeiras; 4 helicópteros socorreram as vítimas

+ VÍDEO! Ônibus que saiu de Cajazeiras para o Goiás se envolve em acidente deixando mortos e feridos

A dona de casa Heloisa de Almeida, de 78, está no Hospital Regional de Planaltina (HRP) e foi encontrada pela filha, a recepcionista Joana Jacinto Almeida, de 37 anos, mora em Ceilândia.

Joana disse ao G1 que só conseguiu encontrar onde a mãe internada após fazer uma pequena “via-crúcis” de 70 km pelo Distrito Federal.

“Não tinha ninguém da empresa para nos apoiar, não entraram em contato de forma algum”, disse a recepcionista ao site.

A idosa sofreu uma fratura exposta no joelho, além de escoriações nos dedos e nos braços. No momento, aguarda para fazer um exame de raios X e ser avaliada da equipe de ortopedia.

“Ela teve uma fratura exposta, mas está consciente. O susto maior foi quando eles falaram que tinha mortes. A gente não tinha certeza do que tava acontecendo e pensou no pior”. Revelou ela.

Helicóptero dos bombeiros chegando ao Hospital de Base com vítima de acidente na BR-020 (Foto: TV Globo/Reprodução)

Acidente
Subiu para oito o número de vítimas fatais da colisão frontal entre um ônibus e uma carreta carregada com adubo com placa de Guarapuava/PR, no Km 45 da BR-020, Ao menos 30 ficaram feridos na manhã desta quinta-feira (15/2).

Com o impacto da batida, o coletivo ficou partido ao meio. Uma aeronave e sete ambulâncias, bem como equipamentos de corte para ajudar na retirada de vítimas das ferragens, foram enviados ao ponto da colisão, a 45 quilômetros de Brasília.
O acidente ocorreu entre as cidades de JK e Bezerra, em via de mão dupla, onde a ultrapassagem é proibida. Segundo a PRF, a rodovia está totalmente interditada. O ônibus pertence à empresa Expresso Guanabara e fazia o trajeto de Cajazeiras (PB) a Goiânia (GO).

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local realizando o atendimento das vítimas e controlando o trânsito na via. Um bloqueio foi montado no Km 42 da BR-020. O Corpo de Bombeiros do DF, juntamente com o CBM-GO, foi acionado para auxiliar no resgate dos passageiros.

A corporação resgatou 12 vítimas. Elas foram transportadas para os hospitais de Base, Sobradinho, Paranoá e Planaltina. As equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do DF e de Goiás também ajudam no resgate dos feridos. Das três vítimas encaminhadas em estado grave para o Base, duas morreram (um homem e uma mulher) no começo da tarde desta quinta (15).

De acordo com boletim médico, divulgado pela unidade de saúde às 13h, continua internado na unidade de trauma, em estado gravíssimo, o passageiro identificado pelas iniciais D.L.S. O homem deu entrada no hospital às 11h11, com múltiplos traumas. Está sedado e respira com ajuda de aparelhos.

De acordo com a PRF, a última informação recebida é de que o motorista da carreta foi socorrido com vida e encaminhado ao Hospital de Formosa/GO para atendimento. A corporação pede aos motoristas para evitarem a área, visto que há um grande congestionamento no local. Uma rota alternativa seria a GO 458, porém é um longo trecho de estrada de terra.

DIÁRIO DO SERTÃO

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco