header top bar

section content

Após sair de Sousa, ex-PM assume cargo de delegado no PE e faz operação que apreendeu 34 mil cigarros

O proprietário dos cigarros e o dono de um estabelecimento comercial onde estavam sendo vendidas as mercadorias foram presos pela polícia

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/02/2018 às 11h10 • atualizado em 19/02/2018 às 11h14

Delegado Israel Rubis coordenou operação (foto: Diário do Sertão)

Policiais Civis da Delegacia da 163ª Circunscrição de Pedra no estado do Pernambuco, sob a coordenação do Delegado de Polícia Israel Rubis, apreenderam nesta sexta-feira (16) mais de 34 mil cigarros importados ilegalmente.

Após investigações iniciais, a equipe realizou o flagrante, e conduziu o proprietário dos cigarros e o dono de um estabelecimento comercial onde estavam sendo vendidas as mercadorias.

Ainda segundo a polícia civil, ambos os acusados foram autuados em flagrante pelos delitos de receptação simples e qualificadas, além de delitos tributários e contra as relações de consumo, contidos na Lei 8.137/90. Os cigarros serão submetidos à perícia, e logo após, com autorização judicial, serão incinerados.

Veja também: Policiais que trabalharam em Sousa tomam posse como delegados da polícia civil em Pernambuco

Um dos autores pagou fiança, e o outro será apresentado na audiência de custódia.

Delegado
Israel que é natural de Guarabira na Paraíba, está atuando na delegacia de Pedra, região do agreste pernambucano. Israel era policial militar e já trabalhou no 14º Batalhão de Polícia Militar na cidade de Sousa realizando o policiamento (patrulhamento) ostensivo e preservando a ordem pública.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador