header top bar

section content

De folga, Cabo cajazeirense prende jovem tentando matar o próprio pai e agredir a mãe em Sousa

O agressor teria afirmado na presença dos policiais militares que mataria seus pais no momento em que fosse colocado em liberdade.

Por Luzia de Sousa

18/03/2018 às 15h30

Cajazeirense conseguiu prender agressor

O Cabo Ricarte, cajazeirense, lotado no 14º Batalhão de Polícia Militar, no gozo de sua folga, na manhã deste domingo (18), por volta das 07h20min, próximo a sua residência, no Bairro Rachel Gadelha em Sousa, presenciou um jovem de 18 anos em luta corporal com seu pai, ferindo-o com uma barra de ferro. Seu genitor apresentava sangramentos provocados pelas lesões. A mãe do agressor presenciava a cena e clamava por socorro à medida que também era agredida com empurrões e ofendida.

+ Mulher é presa ao procurar atendimento no HRC após ficar ferida em tentativa de roubo em Sousa

O militar foi avistado pelo agressor, que empreendeu fuga correndo pelas ruas do bairro, sendo perseguido insistentemente pelo Cabo Ricarte, que o fez a bordo de seu próprio veículo. O agressor tentou esconder-se dentro de uma caçamba acoplada a um caminhão, quando foi rendido pelo militar, recebendo voz de prisão. Para evitar que a querela se estendesse, visto que o agressor já havia sido contido e imobilizado, o militar o colocou em seu veículo e o conduziu até a sede do 14º BPM, onde recebeu apoio dos demais militares que se encontravam de serviço, bem como pelo Oficial Coordenador do Policiamento da Unidade-CPU, a 1º Tenente Poliana.

Uma equipe de Rádio Patrulha auxiliou na condução do autor do crime da sede do 14º BPM até a Delegacia de Polícia Civil, onde as vítimas aguardavam para formalizar queixa crime. Com a ação rápida do Cabo PM Ricarte, ao menos um homicídio foi evitado na cidade de Sousa. O agressor teria afirmado na presença dos policiais militares que mataria seus pais no momento em que fosse colocado em liberdade.

O jovem é responsável por vários crimes como roubo, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo nas áreas dos 6º BPM e 14º BPM. No momento de sua prisão, percebeu-se ferimento por disparo de arma de fogo resultante da sua última ação delituosa, onde o mesmo foi autor de um crime de roubo contra uma ourivesaria na cidade de Sousa, ocorrido na tarde do dia 15 (quinta-feira).

DIÁRIO DO SERTÃO com assessoria

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador