header top bar

section content

Família fala sobre morte da ex-candidata a vereadora de Santa Helena; prefeito decreta ponto facultativo

O aposentado Antonio Vitoriano lamentou a morte prematura da conterrânea, pois conhecia Laninha desde criança. “A gente sente”.

Por Luzia de Sousa

08/11/2018 às 08h12 • atualizado em 08/11/2018 às 08h36

Anderson Pinheiro, sobrinho da ex-candidata a vereadora da cidade de Santa Helena, Francilânia Ribeiro (Laninha), 42 anos, que foi encontrada morta na sala do seu apartamento em São Paulo, disse que a sertaneja mantinha um relacionamento conturbado com o companheiro, que continua desaparecido.

+ VÍDEO: Assassinato de ex-candidata a vereadora da Região de Cajazeiras é destaque em programa de TV

“As informações que chegaram pra gente de São Paulo é que eles tiveram uma briga no domingo a noite e no decorrer dessa briga, o marido deu uma facada nela”, declarou Anderson.

O aposentado Antonio Vitoriano lamentou o fato, pois conhecia Laninha desde criança. “A gente sente”.

Ela morava em São Paulo há quatro anos e estava no segundo relacionamento. A paraibana deixou uma filha do primeiro relacionamento.

Luto
O prefeito Emmanuel Messias (PSD) decretou luto oficial por três dias e ponto facultativo nesta quinta-feira (08), quando Laninha será sepultada em Santa Helena.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

QUE VENHA!

VÍDEO! Profeta da chuva revela a previsão para o inverno no Sertão da Paraíba: “Serão 9 meses de chuva”

POLÊMICA

VÍDEO: Vereador cobra a convocação do concurso de Cajazeiras: ‘Era de urgência e o prefeito não convoca’

VÍDEO

Deputado cajazeirense abre o jogo e revela com quem fica após o racha no PSB da Paraíba

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas