header top bar

section content

VÍDEO: PM que morreu vítima de choque elétrico é sepultado com honras militares em São José de Piranhas

Sobre o caixão foi colocada uma bandeira da Paraíba, e a Polícia Militar prestou homenagens ao sargento com uma salva de tiros

Por Jocivan Pinheiro

13/01/2019 às 12h07 • atualizado em 13/01/2019 às 12h10

Um grande número de pessoas compareceu ao Cemitério de São José de Piranhas, na tarde deste sábado (12), para acompanhar o sepultamento do sargento da Polícia Militar, Edme Eudóxio Alves Cavalcanti, que morreu na sexta-feira vítima de descarga elétrica.

Sobre o caixão foi colocada uma bandeira da Paraíba, e a Polícia Militar prestou homenagens ao sargento com uma salva de tiros.

De acordo com informações da polícia, sargento Eudóxio foi encontrado morto no sítio Vitória Régia, zona rural de São José de Piranhas. Tudo indica que ele sofreu uma descarga elétrica ao tentar ligar uma bomba d’água.

VEJA: Sargento da Polícia Militar de Sousa morre após sofrer choque elétrico em São José de Piranhas

Sobre o caixão foi colocada uma bandeira da Paraíba (Foto: Ângelo Lima)

O militar pertenceu ao Pelotão de Radiopatrulha do 14º Batalhão de Polícia Militar na cidade de Sousa, tendo sido transferido para a reserva há poucos meses e atualmente servia na Guarda Militar da Reserva do 14º BPM.

Dezenas de policiais militares, incluindo o comandante do 14º BPM, tenente-coronel Jurandy, além de familiares e amigos estiveram presentes no velório e sepultamento.

DIÁRIO DO SERTÃO com vídeo de Ângelo Lima

Recomendado para você pelo google

ESPECIAL DE PÁSCOA

VÍDEO: TVDS exibe programa ‘Mensagem de Fé com Frei João Batista’ em especial de Semana Santa

FÉ E DEVOÇÃO

Sexta-feira Santa em Cajazeiras é marcada por várias celebrações religiosas e grande número de fiéis

SAÚDE

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre a obesidade e médica endocrinologista tira dúvidas sobre a doença; Veja!

SEMANA SANTA PARA OS EVANGÉLICOS

VÍDEO: Pastor fala sobre significado da Páscoa para os protestantes: “É o sacrifício e a libertação”