header top bar

section content

Adolescente de 15 anos confessa assassinato de mototaxista em Catolé do Rocha

A polícia informou que o suspeito disse que cometeu o homicídio devido a um desentendimento com o mototaxista há cerca de dois meses.

Por Raquel Alexandre

30/05/2019 às 09h48 • atualizado em 30/05/2019 às 09h52

A Polícia Militar continua em diligências, em busca do suspeito de roubo

A Polícia Militar de Catolé do Rocha apreendeu nessa quarta-feira (29), um adolescente, de 15 anos de idade, suspeito de ter assassinado o mototaxista Paulo Maia com vários tiros no dia 21 de maio.

De acordo com a polícia, o adolescente confessou o crime de latrocínio (roubo seguido de morte), já que depois de cometer o assassinato o menor teria roubado a motocicleta da vítima.

A polícia informou que o suspeito disse que cometeu o homicídio devido a um desentendimento com o mototaxista há cerca de dois meses.

Mototaxista foi assassinado por um adolescente de apenas 15 anos de idade

Segundo informações, a polícia não conseguiu localizar a moto, somente algumas peças com o menor de idade.

O adolescente foi apreendido e está à disposição da justiça para a tomada das providências cabíveis.

ENTENDA O CASO
O mototaxista identificado pelo nome de ‘Paulo Maia’ foi encontrado morto com vários tiros na cabeça, no dia 21 de maio, no Sítio Cajueiro, zona rural de Catolé do Rocha.

Segundo informações, o crime teria sido um latrocínio (roubo seguido de morte), pois um valor em dinheiro que não foi divulgado, e sua moto uma Honda CG 150, foi levada pelo suspeito.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: ortodontista sousense revela se é possível rejeição em casos de implantes dentários