header top bar

section content

Comandante apresenta estatísticas da criminalidade em Sousa e região ao Secretário de Segurança Pública

no primeiro semestre de 2019, onde a área obteve uma redução de 16% no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais - homicídio

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

04/09/2019 às 15h02

O comandante do 14º BPM mostrou os índices ao Secretário de Segurança do estado

O Comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar – Tenente Coronel Antônio Guedes Neto, juntamente com o Delegado Seccional de Polícia Civil da 19ª Área Integrada de Segurança Pública o Doutor Ilamilton Simplício, ambas instituições com sede em Sousa, Sertão paraibano, apresentaram ao Secretário de Segurança do Estado da Paraíba Jean Francisco Bezerra Nunes, um trabalho científico elaborado de forma conjunta, demonstrando a estatística de criminalidade na cidade de Sousa e região.

A reunião aconteceu nesta quarta-feira (04), no Auditório do Sebrae na cidade de Patos.

Participaram, o Comando do Policiamento Regional II o Coronel Campos, além do subcomandante Tenente Coronel Jurandy, o Tenente Alencar – chefe da PM3/14º BPM – Seção de Planejamento e Estatística, entre os demais comandantes de batalhões e companhias da 3ª Região Integrada de Segurança Pública. O professor e Consultor Ferreirinha, natural da cidade de Sousa, também participou do feito.

Os militares junto ao secretário de segurança pública do estado

Foram apresentados os dados da criminalidade da cidade de Sousa, no primeiro semestre de 2019, onde a área obteve uma redução de 16% no número de CVLI (Crimes Violentos Letais e Intencionais – homicídio), demonstrando que os profissionais de segurança pública alcançaram as metas previstas pelo estado, dentro do Plano Paraíba Unida pela Paz – PPUP. Em consequência disso, foram merecidamente contemplados com bonificação financeira. O 1º Tenente Cascudo, comandante da 3º Companhia do 14º BPM, com sede na cidade de Pombal, também apresentou os dados locais.

O trabalho científico é uma ferramenta para que os gestores possam identificar as causas fundamentais da criminalidade, no caso específico (CVLI) e consequentemente desenvolver ações de bloqueios a essas causas, tendo como objetivo principal a redução dos índices.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VIOLÊNCIA SEM PARAR

VÍDEO: Jovem é morto com vários tiros e mulher fica ferida após ser vítima de bala perdida em Cajazeiras

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime

VÍDEO

Padre convoca população para manifesto pelo Parque de Exposições na visita do governador a Cajazeiras

VÍDEO

Jornalista ‘aposta’ em união de João Azevêdo e Cartaxo para derrotar Ricardo Coutinho em JP