header top bar

section content

Oito pessoas são presas e associação de tráfico e roubos é desarticulada em Operação na região de Patos

Segundo as investigações, mesmo antes de sair do sistema prisional, o suspeito  comandava, de dentro do presídio, o tráfico de drogas na região

Por Campelo Sousa

07/12/2019 às 12h42

A operação envolveu agentes militares e civis da paraíba e do Pernambuco

Uma ação integrada das Polícias Civil e Militar da Paraíba com as Polícia Civil e Militar de Pernambuco foi realizada na madrugada deste sábado (07), na 16ª Área Integrada de Segurança Pública, com sede em Princesa Isabel, desarticulando uma associação criminosa responsável pela prática de tráfico de drogas e roubos a estabelecimentos comerciais e residências. Ao todo, oito pessoas foram presas no trabalho, intitulado ‘Operação Rabo da Gata’, em referência à rua onde funcionava a sede do grupo, no município de Imaculada (PB). Os policiais da 16ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar e os policiais pernambucanos ainda apreenderam celulares e cocaína.

De acordo com o delegado seccional Cristiano Jacques, as prisões aconteceram nas áreas urbana e rural da cidade, no distrito de Palmeira; no município paraibano de Água Branca, mais precisamente no sítio Mereco; e na cidade de Santa Terezinha, em Pernambuco. “A associação criminosa distribuía as drogas, maconha e cocaína, para as cidades paraibanas de Imaculada, Água Branca, Tavares e Santa Terezinha. O comandante da quadrilha também recrutava adolescentes da região, em ambos os estados, para a prática de assaltos a estabelecimentos comerciais e as residências. Ele é suspeito de envolvimento com roubo de veículos e venda de carros e motos de origem criminosa”, detalhou a autoridade policial. Ele ainda acrescentou que o suspeito tem várias condenações por envolvimento em assaltos na Paraíba e em Pernambuco. “Ele é apontado como idealizador da fuga da cadeia de Princesa Isabel no ano de 2016, respondendo a processo criminal por tal crime”, afirmou.

Segundo as investigações, mesmo antes de sair do sistema prisional, o suspeito  comandava, de dentro do presídio, o tráfico de drogas na região, sendo suspeito de ter construído uma casa no município de Imaculada com dinheiro proveniente da venda de entorpecentes. As Polícias Civil e Militar irão continuar atuando de forma preventiva e repressiva contra os crimes patrimoniais e tráfico na região e outras pessoas podem ser presas na segunda fase da operação.

DIÁRIO DO SERTÃO

AINDA CRESCENTE

VÍDEO: Cajazeiras passa de 140 casos de Covid-19, e mais 4 profissionais de saúde testaram positivo

EXPECTATIVA

VÍDEO: Em crise, artistas de Cajazeiras aguardam envio de projeto de auxílio emergencial para a Câmara

MPPB APONTA IRREGULARIDADES

VÍDEO: Vereador diz que gastos da Prefeitura de Sousa com combate à pandemia não passam de ‘fantasia’

APROVADA NA ALPB

VÍDEO: Advogado afirma que lei que reduz mensalidade de escolas particulares na PB é inconstitucional

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!