header top bar

section content

VÍDEO: Drogas e celulares são apreendidas dentro de um freezer no presídio de Cajazeiras

A direção do Presídio afirmou que o acusado pertence a Pastoral Carcerária, no entanto, a entidade emitiu uma nota esclarecendo que o mesmo não faz parte da mesma.

Por Luiz Adriano

12/01/2021 às 20h48 • atualizado em 12/01/2021 às 21h30

O diretor da Penitenciária Padrão de Cajazeiras, Tales Almeida, falou ao programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão na tarde desta terça-feira (12). Ele deu detalhes da apreensão realizada na unidade quando na ocasião foi retirado drogas, celulares e outros objetos de dentro de um freezer, fruto de doação.

A apreensão foi realizada na manhã desta terça-feira (12). O diretor do presídio informou que um membro da pastoral carcerária foi até a Unidade prisional para deixar um freezer, o qual ficaria no pátio e deveria ser utilizado para acondicionar os alimentos que são deixados nos dias de visita.

VEJA TAMBÉM

Polícia Federal desarticula núcleo de comando de grupo criminoso que atuava em presídios na Paraíba

Tales Almeida disse que o indivíduo deixou o freezer no sábado (09) e foi informado pela direção do presídio que só seria autorizado a entrada do objeto após a realização de uma revista, o que aconteceu na manhã desta terça-feira (12). Ao fazer uma inspeção no freezer, os policiais se depararam com uma grande quantidade de drogas e objetos no interior do eletrodoméstico. Foram encontrados 2,2 kg de maconha, 250 gramas de cocaína, 11 celulares, 20 fones de ouvido, 11 carregadores e 3 chips.

Drogas e celulares são apreendidas dentro de um freezer no presídio de Cajazeiras

Segundo o diretor, a polícia continua realizando diligências com o objetivo de capturar o acusado. O material será encaminhado para polícia civil e um inquérito deve ser instaurado.

Tales Almeida disse que o suspeito se aproveitou da boa relação com a Pastoral Carcerária para realizar o delito. “Essa pessoa é um ex-presidiário e se aproveitou do bom relacionamento que temos com a Pastoral carcerária para poder ter esse acesso à direção da unidade, e solicitou que fosse feita essa doação e a gente disse que receberia, mas logicamente teria que revistar”, explicou.

Drogas e celulares são apreendidas dentro de um freezer no presídio de Cajazeiras

Conforme o diretor, o indivíduo não foi preso em flagrante porque o mesmo já havia saído da unidade quando a revista foi realizada, no entanto, ele disse que o suspeito tem cadastro de visita religiosa na unidade, através da pastoral carcerária.

Drogas e celulares são apreendidas dentro de um freezer no presídio de Cajazeiras

 O QUE DIZ A DIOCESE

No início da noite desta terça-feira (12), a Diocese de Cajazeiras e a Pastoral Carcerária emitiram uma nota onde desmente a informação de que o acusado faria parte da instituição.

A nota é assinada pelo Padre Francisco Mendes, Coordenador Diocesano da Pastoral Carcerária, e informa que “o cidadão não compõe os quadros da Pastoral Carcerária Diocesana, nunca frequentou qualquer dos cursos e capacitações por ela oferecidos, nem suas reuniões, embora se apresente indevidamente como acompanhante dos membros da referida Pastoral na cidade de Cajazeiras.”

A Pastoral Carcerária informou ainda que todas as atividades ordinárias estão suspensas desde o início do período pandêmico, e que “os atos pessoais praticados por quem quer que seja, nomeadamente quando configuram crime ou se mostram estranhos à missão institucional, são naturalmente de responsabilidade de quem os praticou, e não devem ser atribuídos à instituição em si.”

Confira a nota na íntegra:

Diocese de Cajazeiras e a Pastoral Carcerária

DIÁRIO DO SERTÃO

HOMICÍDIO

VÍDEO: PM é morto à queima roupa na região de Patos e um dos suspeitos morre em confronto com a polícia

GOVERNADOR NO SERTÃO

VÍDEO: João Azevêdo autoriza Restaurante Popular, entrega tomógrafo e visita obras em Cajazeiras e Sousa

DURANTE VISITA NO SERTÃO

VÍDEO:Governador responde sobre possível aliança de Veneziano com Cássio: “Prefiro acreditar no senador”

PEDIDO DE SOCORRO

VÍDEO: Há 7 meses sem repasse da prefeitura, ONG que protege animais pode fechar as portas em Sousa

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!