header top bar

section content

Após ser maltratado, jumento é recuperado por ONG, mas em seguida furtado em Sousa

Conforme a denunciante, um burro estaria há um vasto período de tempo amarrado e a pessoa responsável que até então é desconhecida, não teria trazido água e comida para o animal.

Por Luiz Adriano

08/04/2021 às 12h19 • atualizado em 08/04/2021 às 17h59

Imagem ilustrativa. (Foto: reprodução/internet).

A Polícia Militar da cidade de Sousa foi acionada na tarde desta quarta-feira (07) para atender uma ocorrência que estaria relacionada a maus tratos com um jumento no centro da cidade. Conforme os policiais, a denúncia partiu de uma pessoa que faz parte de uma ONG de proteção a animais.

Conforme a denunciante, um burro estaria há um vasto período de tempo amarrado e a pessoa responsável que até então é desconhecida, não teria trazido água e comida para o animal.

VEJA TAMBÉM

Idoso toma primeira dose da vacina contra a Covid-19 montado em um jumento, na região de Cajazeiras

Após verificar a veracidade do fato, os policiais permitiram que a membro da ONG levasse o animal para um local seguro onde pudesse alimentá-lo e matar a sede do jumento. No entanto, durante o trajeto, chegou a um determinado local que o animal não conseguiu mais seguir viagem. Diante do fato, a mulher teve que novamente amarrar o jegue e ir em busca de um transporte para conduzir o jumento até o destino pretendido, porém, ao retornar, ela foi surpreendida por não mais encontrar o animal no local. Segundo a defensora dos animais, alguém veio e furtou o jumento.

Até o fechamento desta matéria não havia informações do paradeiro do animal, assim como, do autor do furto.

DIÁRIO DO SERTÃO

NA PARAÍBA

VÍDEO: Governador fala da vacinação e do pedido de reforço na quantidade de doses ao Ministério da Saúde

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Radialista fala de julgamento no TSE que pode recolocar Allan Seixas como prefeito de Cachoeira

SORRISO NO ROSTO

VÍDEO: Mulher abandonada com os filhos pelo marido recebe ajuda em alimentos e agradece à campanha

FECHADO

VÍDEO: Diretor de fiscalização do CRM revela motivos que levaram à interdição do hospital de São João

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!