header top bar

section content

VÍDEO: PM diz que abordagem que terminou na morte de jovem no Vale do Piancó foi ‘dentro dos padrões’

Comandante do Policiamento de Trânsito relata que a viatura foi em busca dos suspeitos, tentou convencer o motorista a parar, mas teria sido recebida a bala

Por Jocivan Pinheiro

14/06/2021 às 16h17 • atualizado em 14/06/2021 às 16h21

No programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, o coronel Campos, comandante do CPR II Sertão – Comando de Policiamento de Trânsito, deu a versão da Polícia Militar sobre a abordagem a um carro na cidade de Boa Ventura, no Vale do Piancó paraibano, que terminou na morte de um jovem com um tiro efetuado por um policial.

O caso aconteceu na madrugada de sábado (12), quando José Wellynton Leite Rodrigues, de 29 anos, foi morto com um tiro durante abordagem policial no Centro de Boa Ventura. Familiares do jovem estão cobrando justiça pela morte dele.

No programa Olho Vivo, coronel Campos afirmou que a ação dos policiais ocorreu “totalmente dentro dos padrões” e que a vítima fatal foi atingida por engano, pois a intenção dos policiais era acertar apenas o pneu do carro onde José Wellynton estava com dois amigos.

Suspeita de assalto

Coronel Campos relata que o Batalhão de Itaporanga recebeu uma denúncia anônima de que havia um veículo parado próximo a uma agência bancária no Centro de Boa Ventura, por volta de 01:30, levantando a suspeita de um possível assalto. Quando os policiais chegaram, o carro já havia deixado o local.

VEJA TAMBÉM: Pai de jovem morto em abordagem policial no Vale do Piancó cobra justiça

José Wellynton foi morto com tiro durante abordagem policial no Centro de Boa Ventura (Foto: Arquivo Pessoal)

Coronel Campos conta que a viatura foi em busca dos suspeitos, tentou convencer o motorista a parar, mas teria sido recebida a bala. Diante disso, um policial tentou acertar o pneu do carro, mas acabou atingido José Wellynton.

“A Polícia Militar utilizou de todos os meios sonoros e de luzes para que o carro parasse, mas não foi obedecida essa ordem de parada. Foram efetuados alguns disparos de dentro do carro para a direção dos policiais. A Polícia Militar por várias vezes solicitou essa parada e o condutor não obedeceu. Para neutralizar aquele carro, vislumbrando a presença de possíveis marginais, efetuou disparos para tentar atingir o pneu, onde um disparo desses atingiu um dos ocupantes”, relata o comandante.

Segundo Coronel Campos, havia uma arma de fogo dentro do veículo e o condutor não soube informar quem é um terceiro indivíduo que teria fugido correndo, nem o nome de quem estava ferido dentro do carro.

“É uma ocorrência totalmente dentro dos padrões, não fugiu ao padrão de segurança. Se o carro tivesse obedecido a ordem de parada, teria sido feita a abordagem e quem estivesse de posse da arma, seria preso e conduzido para a delegacia, como assim aconteceu com esse que estava no carro junto com o que foi ferido”, completou o coronel.

DIÁRIO DO SERTÃO

LOUVÁVEL

VÍDEO: Em parceria com o Sest/Senat, Presídio de Cajazeiras faz entrega de certificados para 21 apenados

SAIBA COMO COLABORAR

VÍDEO: Idosa de Cajazeiras recebe ajuda e consegue pagar aluguel, mas ainda vive em situação delicada

DUPLA DE MOTO

VÍDEO: Homem é vítima de tentativa de homicídio na casa da sua mãe, em Sousa, e fica em estado grave

FAMÍLIA DIVIDIDA

VÍDEO: Myriam afirma que saiu do PSC porque “Leonardo insistiu em permanecer ao lado de Jair Bolsonaro”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!