header top bar

section content

VÍDEO: Livre, suspeito de abuso sexual em Cajazeiras estaria planejando viagem à Curitiba, diz advogado

Após a liberdade provisória do suspeito, a família das vítimas procurou Claudenilo Pereira para que tentasse via judicial reverter a decisão, porque o homem apresenta risco à sociedade

Por José Dias Neto

21/09/2021 às 15h32

Durante o feriado da padroeira de Cajazeiras, 15 de setembro, o plantão judiciário da Comarca de Sousa concedeu liberdade provisória sem fiança a Francisco Araújo Feitosa, suspeito de tentar cometer um crime de estupro de vulnerável contra uma criança de 5 anos de idade no Distrito de Engenheiro Ávidos, município de Cajazeiras, e a possibilidade dele fugir da justiça é o tema do comentário Direto ao Ponto do advogado Claudenilo Pereira desta terça-feira (21).

Após a liberdade provisória do suspeito, a família das vítimas procurou Claudenilo para que o advogado tentasse via judicial reverter a decisão, porque o homem apresenta risco à sociedade.

VEJA MAIS: 

VÍDEO EXCLUSIVO: Homem é preso suspeito de tentar abusar sexualmente de duas crianças em Cajazeiras

‘’Há relatos que o suspeito tira calcinhas do varal, vai olhar as mulheres tomando banho nos açudes, é uma pessoa com personalidade de crime sexual. Pedimos que as condições da liberdade provisória sejam reavaliadas, porque temos notícias de que os familiares do autor moram em Curitiba e ele estaria pensando em ir para a residência de seus familiares’’, disse.

Homem é preso pela Polícia Civil. Foto: TV Diário do Sertão

A VERSÃO DO SUSPEITO

Na Central de Flagrantes da Polícia Civil de Cajazeiras minutos após ser preso, na manhã desta segunda-feira (13), em entrevista exclusiva a TV Diário do Sertão, Francisco Araújo confessou a tentativa de abuso contra as crianças, a masturbação após o delito e disse que estava arrependido.

‘’Eu tô arrependido dez mil vezes. Eu peguei só na mão delas, das meninas. Eu estou arrependido. Eu tinha tomado umas canas, tô arrependido hoje’’, disse.

Francisco disse que nada que ele fez foi premeditado. ‘’Foi a primeira vez. Nunca fui preso. Sou da roça, trabalhador’’, afirmou.

DIÁRIO DO SERTÃO

SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

REAÇÃO

VÍDEO: Governador diz que lei sancionada por Bolsonaro é ‘absurdo’ e não reduz preços dos combustíveis

Recomendado pelo Google: