header top bar

section content

Coligação pede impugnação de candidatura a reeleição de prefeito na região de Cajazeiras

A ação pede a impugnação do registro alegando inelegibilidade, uma vez que foi condenado em segunda instância pelo Tribunal.

Por Luzia de Sousa

21/08/2016 às 09h27 • atualizado em 21/08/2016 às 17h42

Pedido de impugnação do registro de candidatura é protocolado na Justiça Eleitoral

Na tarde deste sábado (20) o grupo de oposição da cidade de Uiraúna composta pelos candidatos Antônio Ferreira (PSD) e Dr. Geraldo Nogueira (PSB), da coligação “Por Um Novo Tempo”, entrou com pedido de impugnação contra o atual prefeito e candidato a reeleição, Bosco Fernandes (PSDB).

+ Coligação pede impugnação do registro de candidatura da candidata Denise Albuquerque a Prefeitura de Cajazeiras

+ MPE pede impugnação de pedido de registro de candidato a prefeito de Aparecida. VEJA!

+ Advogados protocolam ação de investigação eleitoral contra André e Ênio: “Farra de combustível”. Confira!

Na ação, a coligação “Por Um Novo Tempo”, pede a impugnação do registro alegando a sua inelegibilidade, uma vez que foi condenado em segunda instância pelo Tribunal de Justiça, devido uma ação movida pelo próprio Ministério Público. O motivo da sua condenação teria acontecido devido uma doação ilegal por parte do gestor, quando na oportunidade fez doação de equipamentos de Raio-X e Ultrassom de propriedade e de uso exclusivo do município e entre outras práticas ilegais.

Esta condenação foi mais uma do atual prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSDB) que, atualmente responde por ato de improbidade administrativa. No processo, o prefeito teve seus direitos políticos suspensos por oito anos, além da perda da função pública, proibição de contratar com o poder público por dez anos e pagamento de multa civil de duas vezes o valor da última remuneração percebida.

Nos últimos dias, vídeos e fotos foram publicados nas redes sociais e outros sites de noticias, revelando o descaso e a falta de respeito com o dinheiro público, em uma das matérias, trazia o caso do terminal rodoviário da cidade, quando o município recebeu uma verba do governo federal no valor de quase 1 milhão e meio de reais, para ampliação da referida obra, sendo que, atualmente o local vem servindo de deposito de lixo e banheiro público.

O prefeito já foi afastado do cargo por várias vezes e, tudo indica que o mesmo não poderá disputar as eleições deste ano, sendo assim, o grupo de oposição da cidade de Uiraúna, não perdeu tempo e protocolou o pedido de impugnação do registro de candidatura de Bosco Fernandes (PSDB), alegando a sua condenação pelo TJ por improbidade administrativa. A eleição deste ano sofreu grandes alterações no que diz respeito às regras da Justiça Eleitoral e, os magistrados responsáveis pelos julgamentos e condenações vêm seguindo “a risca” o que manda a lei. A cidade de Uiraúna, terra dos músicos, aguarda ansiosamente o resultado do pedido protocolado pela coligação Por um Novo Tempo.

Assessoria

VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população

MAIS UMA ESPECIALIDADE

VÍDEO: Clínica de Cajazeiras conta agora com médico especialista em doenças do intestino, reto e ânus

EPISÓDIO 14

VÍDEO: Coisas de Cajazeiras mostra trajetória do ex-prefeito Chico Rolim e fala de segurança no trabalho