header top bar

section content

TRE julga improcedente ação contra governador Ricardo Coutinho

O próprio Ministério Público Eleitoral pediu a improcedência da ação.

Por Luzia de Sousa

16/03/2017 às 15h53

Ricardo Coutinho foi inocentado pela Justiça

O governador Ricardo Coutinho foi absolvido na tarde desta quinta-feira (16) pelo Tribunal Regional Eleitoral da acusação de uso da máquina pública nas eleições de 2014. A ação, que pedia a cassação do governador, foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral.

O caso tem a ver com uma reunião promovida por Nininha Lucena, na época Gerente da 13ª Região de Ensino, com prestadores de serviço, com o objetivo de fazer campanha para Ricardo Coutinho.

‘De acordo com o fraco arcabouço probatório produzido nos autos não se demonstrou em nenhum momento quaisquer fatos que denotassem conduta vedada”, afirmou o relator do processo, juiz Breno Wanderley.

O próprio Ministério Público Eleitoral pediu a improcedência da ação, sob o argumento de que não ficou devidamente comprovado que a reunião teria sido realizada dentro do horário de trabalho.

Os Guedes

Recomendado para você pelo google

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

PREFEITO DE MONTE HOREBE

VÍDEO: Marcos Eron admite querer a reeleição, nega distanciamento da vice e manda recado para oposição

FENÔMENO

VÍDEO: Menino cajazeirense impressiona com habilidade no teclado e por ter fabricado instrumento