header top bar

section content

TCE aprova contas do prefeito de Bonito de Santa Fé e de Câmaras de vereadores do Sertão

O Ministério Público de Contas esteve representado pelo procurador geral Luciano Andrade Farias.

Por Luzia de Sousa

06/06/2018 às 16h28 • atualizado em 06/06/2018 às 16h36

TCE cobra balancetes a prefeitura e câmaras

O Tribunal de Contas da Paraíba aprovou nesta quarta-feira (6), as contas do prefeito de Bonito de Santa Fé, Sertão da Paraíba, Chico Pereira (PSB), do exercício de 2017, o que motivou comentário do conselheiro Fernando Catão sobre a celeridade processual posta em prática no TCE. “Estamos julgando contas de Prefeituras atinentes ao ano passado. A sociedade precisa saber disso”.

+ Prefeito de São José de Piranhas tem primeira prestação de contas aprovadas pelo Tribunal de Contas

Câmaras
Foram aprovadas, também, as prestações de contas das Câmaras Municipais de São Bentinho, Caraúbas, São José de Caiana (com ressalvas), Várzea (com ressalvas), Joca Claudino, Bonito de Santa Fé, Triunfo, Carrapateira e São José de Piranhas (2017). A Câmara de Patos obteve aprovação às contas de 2014.

Prefeito teve contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado

Conduzida pelo presidente André Carlo Torres Pontes, a sessão plenária teve as participações dos conselheiros Arnóbio Viana, Fernando Catão e Marcos Costa. Também, as dos conselheiros substitutos Antonio Cláudio Silva Santos, Antonio Gomes Vieira Filho, Oscar Mamede e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público de Contas esteve representado pelo procurador geral Luciano Andrade Farias.

DIÁRIO DO SERTÃO

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo