header top bar

section content

MPF investiga irregularidades em licitação, superfaturamento e nepotismo em cidade do Sertão

Denúncias foram feitas pela associação contra prefeitura e câmara da cidade.

Por Luzia de Sousa

05/10/2018 às 14h42 • atualizado em 05/10/2018 às 15h16

Ministério Público investiga denúncias

O Ministério Público Federal da Paraíba instaurou inquérito para investigar uma série de supostas irregularidades na cidade de Santana de Mangueira, Sertão da Paraíba.

De acordo com MPF, denúncia da Associação Povo de Santana de Mangueira, há suspeita de superfaturamento na compra de combustível, irregularidade na licitação para contratação de bandas e nepotismo na Câmara de Vereadores.

O procedimento foi publicado no Diário Eletrônico do Ministério Público desta sexta-feira (5). Ainda segundo a abertura do inquérito, irregularidades no âmbito do programa de saúde da família; bem como possíveis desvios nos fundos municipais de saúde e da assistência social.

A investigação tem como objetivo a coleta de elementos destinados a auxiliar o processo acerca dos fatos, de acordo com a MPF.

O outro lado
A redação do Diário do Sertão tentou entrar em contato com a secretaria de administração do município, mas as ligações não foram atendidas. A redação também tentou contato coma Câmara de Vereadores, porém, sem êxito.

Veja a publicação!

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Ricardo agradece eleitores, critica ‘brigas’ por cargos e diz qual será seu futuro político

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Possível fusão de secretarias em Cajazeiras é repudiada por colunista: “Seria andar para trás”

EXIGIU SILÊNCIO

ASSISTA: Jornalista pede demissão ao vivo após ser censurado por Bolsonaro

VISITA TÉCNICA

Após reclamações, vereadores constatam muitos veículos quebrados na garagem da prefeitura de Cajazeiras