header top bar

section content

VÍDEO: Pastor diz que polarização é ‘tolice’ e pede que o povo ore para que governo Bolsonaro dê certo

Claudemir França, de São José de Piranhas, criticou as pessoas que estão torcendo para que o governo do presidente fracasse

Por Jocivan Pinheiro

16/09/2019 às 14h01 • atualizado em 16/09/2019 às 14h04

Durante entrevista na TV Diário do Sertão, o pastor Claudemir França, do Conselho de Pastores e Líderes Evangélicos de São José de Piranhas (CONPLESP) e idealizador da Marcha para Jesus, criticou as pessoas que torcem para que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) não dê certo.

Para o pastor Claudemir França, a polarização que persiste no país após a eleição presidencial é uma demonstração de falta de maturidade do povo brasileiro.

“Para que uma nação avance, precisa de maturidade. Essa questão hoje das pessoas não entenderem que já existe um presidente, que ele já foi eleito, que não adianta a gente torcer para que ele vá mal porque se ele for mal, quem vai perder somos nós. Agora nós temos que entender que a eleição já passou, então é orar e também fazer nossa parte para que esse governo possa dar certo”.

VEJA TAMBÉM

Com três grandes atrações, Marcha para Jesus em São José de Piranhas deverá ter público recorde

Correios de Cajazeiras adere à greve, e carteiro chama Bolsonaro de ‘cachorro louco’

Comediante dos EUA compara Bolsonaro ao Coringa e o culpa por destruição da Amazônia

Pastor Claudemir França critica polarização política no Brasil (Foto: Juca Varella/Agência Brasil)

O pastor chamou de “tolice” a polarização política: “Um país que não tem essa maturidade de aceitar essa questão política de quem ganhou, de quem está no poder, e simplesmente dizer que não é o presidente dele ou que não é o governo dele, isso é tolice, porque nossa nação é o Brasil, e nós temos que orar, mas também fazer nossa parte para que nossa nação dê certo”.

Claudemir França pede que o povo ore pela nação e pelos governantes: “É bem simples. É a lei da semeadura. Se nós queremos uma nação feliz, abençoada, nós precisamos abençoar nossa nação, abençoar nossos governantes, não importa se você votou ou não votou”.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DETALHES

VÍDEO: Tenente do Corpo do Bombeiros conta como aconteceu a morte de irmãos em açude no Vale do Piancó

RESGATE HISTÓRICO

VÍDEO: Memorialista que conviveu com Luiz Gonzaga diz que havia incompatibilidade ente ele e Gonzaguinha

'CIDADE EDUCADORA'

VÍDEO: Na Câmara, professores aplaudem prefeito de Monte Horebe por aumento salarial acima do piso

HISTÓRIA DE FÉ

VÍDEO: Padre é homenageado com placa e exposição de seus objetos na Capela dos Remédios, em Cajazeiras