header top bar

section content

Sertão: Ministério Público obriga prefeitura a pagar salários em dia

O TAC foi assinado pelo prefeito de Nazarezinho, Salvan Mendes Pedrosa (PSB), e pelo representante da Procuradoria Geral do Município, Osmando Formiga Ney.

Por

01/09/2014 às 18h43

Após efetuar o pagamento dos servidores públicos reiteradas vezes com atraso, o prefeito da cidade de Nazarezinho, Salvan Mendes Pedrosa (PSB), assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) com o Ministério Público, visando garantir a pontualidade no cumprimento desta obrigação.

De acordo com o promotor Leonardo Quintans Coutinho, o não cumprimento do TAC implicará em “multa pessoal solidária cominatória aos representantes do município e signatários equivalente a R$ 50 mil, acrescida de R$ 1 mil por dia de atraso.

“O termo de ajustamento estabelece a obrigação de efetuar o pagamento até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido, além do décimo-terceiro salário até o dia 20 de dezembro de cada ano trabalhado”, destaca o promotor.

O TAC foi assinado pelo prefeito de Nazarezinho, Salvan Mendes Pedrosa (PSB), e pelo representante da Procuradoria Geral do Município, Osmando Formiga Ney.

Da assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras alerta que “pobreza se avoluma cada vez nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’