header top bar

section content

Obesidade mórbida: mulher de 35 anos tem os pés enfaixados após doença e pede ajuda para cuidar dos filhos pequenos

A mulher pesa 130kg, possui uma doença chamada de úlcera varicosa e passa maior parte do dia sentada em uma cadeira de ferro

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

01/08/2016 às 15h55 • atualizado em 02/08/2016 às 07h57

A reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, entrevistou nesta segunda-feira (01) a sousense Maria Aparecida Queiroz de Sousa. Ela tem apenas 35 anos, é casada e mãe de três filhos pequenos mas é vítima da obesidade mórbida e sofre com uma doença nos seus pés.

Atualmente, Maria Aparecida pesa mais de 130 quilos (foto: Charley Garrido)

Atualmente, Maria Aparecida pesa mais de 130 quilos (foto: Charley Garrido)

Pesando mais de 130 quilos, ela falou que sofre com problemas de saúde como a diabetes, hipertensão, entre outros. Ela afirmou ainda que nunca fez tratamento para emagrecer. Os dois pés de Maria são enfaixados, ela possui uma doença chamada de úlcera varicosa, o que dificulta mais ainda sua locomoção. A mulher passa maior parte do dia sentada em uma cadeira de ferro.

Mulher ao lado dos três filhos pequenos (foto Charley Garrido)

Mulher ao lado dos três filhos pequenos (foto Charley Garrido)

Ajude
Maria Aparecida também fez um apelo para quem puder ajudar ela e seus filhos pequenos, com alimentação, roupas, ou qualquer outro tipo de doação entre em contato com ela através do telefone: (83) 99136-6685.

Úlcera varicosa
A úlcera é um ferimento na pele, que pode ser decorrente de um machucado, uma batida ou um corte, ou ainda aparecer espontaneamente. Algumas úlceras cicatrizam rapidamente e outras demoram ou nunca fecham. Isso depende da presença ou não de doenças da circulação, pressão alta, diabetes, inflamações e infecções da pele etc. Os problemas na circulação venosa são a principal causa para o aparecimento das feridas nas pernas.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador