header top bar

section content

Saúde divulga novo boletim da microcefalia na Paraíba

943 casos de microcefalia foi registrado em 144 municípios paraibanos, no período de agosto de 2015 até o dia 25 de fevereiro (semana epidemiológica nº08/2017).

Por Priscila Belmont

02/03/2017 às 16h31

PB tem 943 casos de microcefalia (Foto: Reuters)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES)/Gerência Operacional de Resposta Rápida, registrou 943 casos de microcefalia em 144 municípios paraibanos, no período de agosto de 2015 até o dia 25 de fevereiro (semana epidemiológica nº08/2017).

Desses casos contabilizados, 193 foram confirmados em 72 municípios, com base nos laudos dos exames de imagem e/ou resultados de exames laboratoriais para detecção do vírus zika; quatro prováveis, de acordo com as novas definições de casos do protocolo em vigor; 560 descartados para microcefalia relacionada à infecção congênita e 186 estão sob investigação.

Quanto ao número de óbitos, dos casos notificados na Paraíba, 29 evoluíram para óbito, sendo confirmados 20, nos municípios de Campina Grande (1); Conde (1); João Pessoa (1); Juazeirinho (1); Nova Olinda (1); Olivedos (1); Parari (1); Piancó (1); Santa Rita (3); São Bento (1); São João do Rio do Peixe (1); São José de Sabugi (1); São Miguel de Taipu (1); Sapé (2); Solânea (1); Soledade (1) e Sossego (1). Nove foram descartados.

O protocolo com orientações integradas de vigilância e atenção à saúde no âmbito da Emergência da Saúde Pública de Importância Nacional, de 12 de dezembro de 2016, estabelece os procedimentos para realização das ações visando à identificação de complicações relacionadas à infecção pelo vírus Zika e outras etiologias infecciosas, no pré-natal, parto, pós-parto e puericultura nos primeiros três anos de vida, bem como a promoção do cuidado adequado às crianças com alterações no crescimento e desenvolvimento, independentemente da etiologia.

Para ler o protocolo na íntegra, clicar no link
http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2016/dezembro/12/orientacoes-integradas-vigilancia-atencao.pdf.

Para outros esclarecimentos, deve-se entrar em contato com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), da SES, por meio do endereço eletrônico: cievs.pb@gmail.com ou pelo telefone: 0800-281-0023.

Secom

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”