header top bar

section content

Farmacêutico de São João do Rio do Peixe esclarece dúvidas e dá dicas de prevenção e tratamento da azia

Edilson Emidio da Silveira é especialista em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica

Por Edilson Emidio da Silveira

22/02/2018 às 21h55

Azia ou pirose é uma sensação de queimação no esôfago

A azia ou pirose é uma sensação de queimação no esôfago que se caracteriza por uma dor pouco acima do estômago. Normalmente os sintomas de queimação pioram quando a pessoa está deitada ou se dobra e são decorrentes da presença do suco gástrico fora do seu local habitual.

A azia ocorre quando o suco gástrico ácido que está no estômago volta até o esôfago pelo esfíncter. Esfíncter é uma estrutura em formato de anel que faz a comunicação entre o estômago e o duodeno, e serve para abrir e fechar orifícios ou canais do corpo.

Quando ingerimos certos alimentos ou tomamos determinados medicamentos, eles podem causar o relaxamento desse anel permitindo a passagem dos gases que sobem do estômago, causando a azia.

Dicas para evitar ou diminuir a azia:

? Coma várias vezes por dia em pequenas quantidades;
? Evite pegar peso após as refeições;
? Deitar com a cabeça mais alta do que o corpo;
? Não durma, nem faça exercícios físicos de estômago cheio;
? Faça uma leve caminhada após as refeições.

Alimentos que causam a acidez:

? Pimenta
? Cigarro
? Álcool
? Refrigerante
? Cafeína (café, chocolate…)
? Energéticos
? Comidas condimentadas
? Cápsulas de Guaraná
? Goma de mascar

Fatores que causam azia:

? Obesidade
? Gravidez
? Hérnia de hiato
? Alguns medicamentos

Tratamento:

O tratamento para alívio dos sintomas da azia é feito com Antiácidos que atuam neutralizando o PH ácido do estômago deixando-o mais básico. Existem dois tipos de antiácidos. Os sistêmicos e os não sistêmicos.

Sistêmico só existe um, que é o Carbonato de Sódio, ele deixa o plasma mais alcalino, atua nas células parietais, liberando menos HCL (suco gástrico).

Os não sistêmicos são esses que já são nossos velhos conhecidos: Hidróxido de magnésio e alumínio, Sonrisal, Mylanta Plus, Sal de frutas Eno, Estomazil, Peptozil etc.

Atualmente existem os Alginatos, é uma nova classe de antiácidos, são excelentes, pois são naturais, eles criam uma barreira no estômago evitando o refluxo.

OBS: Não tome medicamentos sem o conhecimento do seu médico ou Farmacêutico pois eles podem mascarar outras doenças graves.

*Edilson Emidio da Silveira, natural de São João do Rio do Peixe-PB, é farmacêutico bioquímico especialista em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica.

DIÁRIO DO SERTÃO

TOTALMENTE RENOVADO

VÍDEO: Com mais elegância e tecnologia, novo carro da Wolkswagen é lançado com festa em Cajazeiras

ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar