header top bar

section content

TRISTE: Morto por choque elétrico, trabalhador do Sertão será sepultado nesta quinta-feira

Ele ainda foi socorrido com vida ao hospital, mas não resistiu. A vítima residia na Rua Luiz Leite Guimarães, no Alto das Neves. Confira mais!

Por Luzia de Sousa

30/09/2016 às 10h30 • atualizado em 30/09/2016 às 09h22

Homem será sepultado nesta quinta-feira (30)

Comoção entre familiares e amigos no velório do montador de antena parabólica Leonier Clementino de Sousa, conhecido como Ló, de 45 anos. O trabalhador morreu nessa quarta-feira (28), enquanto regulava uma antena em uma residência na Rua Paulo Costa Lima, bairro Alto das Neves, em Itaporanga.

+ TRÁGICO: Homem morre esmagado em evento político na região de Cajazeiras; Vítima seria cunhado do candidato na cidade. VEJA FOTOS

Ló era casado e deixa uma filha de 13 anos, estudante do Diocesano. Apesar de ainda trabalhar, ele era aposentado por invalidez, segundo familiares. Tinha problemas do coração e utilizava uma válvula cardíaca artificial, o que pode ter contribuído com a lesão mortal depois que ele sofreu o choque em um fio de alta tensão enquanto trabalhava sobre a residência.

Ele ainda foi socorrido com vida ao hospital, mas não resistiu. A vítima residia na Rua Luiz Leite Guimarães, no Alto das Neves, onde seu corpo está sendo velado. Seu sepultamento ocorrerá na manhã desta quinta-feira, 29, no cemitério local. Choque elétrico é uma das maiores causas de morte de trabalhadores urbanos e rurais no município. Ló era uma figura bastante conhecida na cidade e sua morte repercutiu em todo o município.

DIÁRIO DO SERTÃO com Folha do Vali

VÍDEO: Ambientalista critica prefeito de Pombal por não resolver problema do lixão na entrada da cidade

CONHEÇA SEUS DIREITOS

VÍDEO: Advogados de Cajazeiras criticam INSS e orientam sobre o que fazer quando um benefício é cortado

FARIA 97 ANOS NESTE MÊS

VÍDEO: Historiador explica por que Padre Gualberto foi o ‘Padre Rolim do século XX’ em Cajazeiras

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada