header top bar

section content

VÍDEO: Médico tira todas as dúvidas sobre HPV, prevenção e tratamento do câncer do colo do útero

Câncer do colo do útero é o quarto mais comum nas mulheres e terceira causa de morte, segundo o médico ginecologista, obstetra e mastologista Dr. Emídio Neto

Por Jocivan Pinheiro

07/01/2020 às 17h14 • atualizado em 07/01/2020 às 17h19

O câncer do colo do útero é o quarto tipo de câncer mais comum nas mulheres e a terceira causa de morte, segundo o médico ginecologista, obstetra e mastologista Emídio Antônio de Araújo Neto, que atende em Cajazeiras e Patos.

Por causa desse número alarmante, gestores e profissionais de saúde estão cada vez mais empenhados em aumentar a conscientização da população para a prevenção da doença, tanto em mulheres como em homens.

No Diário Saúde desta semana, Dr. Emídio esclarece informações muito importantes sobre prevenção e tratamento do câncer do colo do útero. O médico chama atenção para a importância do diagnóstico precoce, pois quanto mais cedo a doença for detectada, mais chance de cura.

Dr. Emídio explica que o câncer do colo do útero é causado pelo vírus HPV, que é possível ser diagnosticado através de exames como o Teste de Papanicolau e da biologia molecular. Mas a prevenção através da vacina é o primeiro e essencial cuidado.

VEJA TAMBÉM

Dr. Emídio Neto revela fatores que contribuem para o câncer de mama, mas poucas pessoas sabem

Dr. Emídio Neto é um dos principais especialistas em câncer de mama e do colo do útero na Paraíba

Segundo Dr. Emídio, o Ministério da Saúde recomenda que as meninas sejam vacinadas entre 9 e 14 anos e os meninos entre 11 e 14 anos. Além disso, orienta-se que as meninas consultem um médico ginecologista uma vez por ano. Detectar a presença do vírus HPV precocemente pode evitar outros tipos de câncer, como o da vagina, da vulva, do pênis, do reto e da orofaringe.

Ainda de acordo com Dr. Emídio Neto, o câncer de colo do útero acomete pessoas mais jovens e de baixa renda com mais frequência, por isso os maiores índices estão na região Norte.

O médico alerta ainda para os fatores de risco, que basicamente são: início precoce da vida sexual e múltiplos parceiros sexuais. Quanto aos tipos de tratamento, eles podem ser através de cirurgia, quimioterapia e radioterapa.

SERVIÇO

Em Cajazeiras, Dr. Emídio Antônio de Araújo Neto atende na sua clínica localizada na Avenida Severino Cordeiro, nº 20, bairro Jardim Oásis. Os telefones são: (83) 3531-4856, 99639-7259 e 99123-7853.

Em Patos, ele atende no bairro Belo Horizonte. Os telefones são: (83) 3421-8981 e 99852-0183.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL

VÍDEO: Inspetora diz que clonagens de carros têm sido constante na PB e alerta sobre compra de seminovos

SOFRIMENTO TODO DIA

VÍDEO: “Aqui tem cobra e insetos”, diz moradora de bairro em Sousa que sofre com lixão na frente de casa

TÁTICAS DO FUTEBOL

VÍDEO: Comentarista esportivo diz que time do Sousa tem uma defesa segura, mas o ataque fica a desejar

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Dentista explica qual idade correta para usar aparelho ortodôntico em crianças

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!