header top bar

section content

Longe do ‘fenômeno’ de 2014, Gobira diz que perdeu para dinheiro dos adversários: “Levaram meus votos”

Votação de Gobira na Paraíba foi menor que a conseguida em Cajazeiras em 2014

Por Jocivan Pinheiro

10/10/2018 às 14h48

O sapateiro Antônio Gobira (Rede) atribuiu sua derrota nas Eleições 2018 ao poder econômico dos adversários. Gobira tentou novamente uma vaga na Câmara Federal, mas o ‘fenômeno’ de 2014, quando ele conseguiu 48.157 votos em toda a Paraíba e 19.037 só em Cajazeiras, não se repetiu. Nas eleições deste ano, foram apenas 18.014 votos no estado.

Mais uma vez o sapateiro insinua que houve compra de votos. “A população sabe que de sexta para sábado, dois ou três aviões pousaram em Cajazeiras. Levaram todos os meus votos”, disse.

VEJA TAMBÉMVotação de Gobira na Paraíba foi menor que a conseguida em Cajazeiras em 2014

Antônio Gobira, que na primeira candidatura a deputado federal era filiado ao PSOL, esperava, pelo menos, repetir a quantidade de votos que conquistou naquela ocasião.

“Eu sou filho dessa terra e essa terra tinha tem que ter um compromisso comigo, de me eleger e me dar a maior votação como deu em 2014. Eu sou pobre, não tenho recursos, não tenho estrutura, mas o povo sabia que eu ia fazer política diferente”.

Apesar da derrota e da expressiva queda na votação, o sapateiro disse que não está chateado. Ele agradece ao seu eleitorado e garante que vai continuar visitando os municípios.

“A decisão é do povo. Mas a gente não vai baixar a cabeça. A gente vai continuar andando, visitando as comunidades, visitando as cidades, agradecendo a minha votação. Eu enfrentei três grupos fortes. Foi uma campanha minha de pobre mesmo, de pé no chão. Para enfrentar essas lideranças que são muito grandes, muito fortes, é muito difícil. Mas não vamos baixar a cabeça, vamos à luta”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”