header top bar

section content

Internautas se solidarizam com médico cubano desempregado: “Doutor Ariel salvou a vida do meu filho”

Em entrevista ao Diário do Sertão, Ariel afirmou que mora com a esposa e um filho de três anos.

Por Campelo Sousa

15/01/2019 às 08h24 • atualizado em 15/01/2019 às 08h35

O caso do médico cubano Ariel Sanchez Aleman que está vivenciando uma situação bastante delicada na cidade de Sousa, no Sertão paraibano, está repercutindo nas redes sociais. Desde que o governo cubano rompeu o contrato do programa Mais Médicos com o governo brasileiro, ele está desempregado.

Em entrevista ao Diário do Sertão, Ariel afirmou que mora com a esposa e um filho de três anos. A família está vivendo do que resta do salário de novembro, o último que ele recebeu quando trabalhava no PSF.

Médico Ariel prestou entrevista ao Diário do Sertão (foto: Charley Garrido)

Redes sociais
A internauta identificada como Flávia Gabriela Lima, se solidarizou com o médico e afirmou que seu filho já foi atendido com ele no PSF:

“Primeiro Deus, segundo doutor Ariel que salvou a vida do meu filho, E uma pena ele não está mas aqui no Sorrilândia, mas logo logo estará aqui novamente. Um excelente profissional”, disse Flávia.

Veja também:
Casado com sousense, médico cubano permanece em Sousa, fica desempregado e agora pede ajuda

Em outro comentário, a internauta Margarida Bozano disse o seguinte: “Não tem outro médico igual a esse não, grande profissional”, disse.

Comentários no Facebook

Comentários no Facebook

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Governador rebate declaração de Gervásio Maia: “É mentira. A Cagepa vai continuar uma empresa pública”

ESPORTE E EDUCAÇÃO

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Cajazeiras, encerra o ano letivo 2019 com Olimpíadas Internas

ORÇAMENTO DEMOCRÁTICO

VÍDEO: Conselheiros do OD se confraternizam em Cajazeiras e já iniciam debates sobre as ações para 2020

EDUCAÇÃO E EMPREGO

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe coordenadora e estudantes do Núcleo de Empregabilidade da FSM