header top bar

section content

BOMBA! Ministério Público recomenda que prefeito de Sousa suspenda venda de ingressos e devolva dinheiro dos foliões; gestor pode responder por improbidade administrativa. Confira aqui!

Caso o gestor descumpra a recomendação do Ministério Público, ele poderá responder por crime de responsabilidade e improbidade administrativa. Confira aqui!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

21/06/2017 às 09h19 • atualizado em 21/06/2017 às 11h06

Área VIP estava vazia na abertura do São João de Sousa (foto: DS)

A polêmica envolvendo a área VIP do São João de Sousa continua e o promotor de justiça do Ministério Público Estadual, Valfredo Alves Teixeira, recomendou que o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB) suspenda a venda de ingressos no evento. O documento foi divulgado nesta terça-feira (21) na página pessoal do Facebook do promotor.

De acordo com Valfredo, o gestor também terá que devolver os valores já arrecadados das pessoas que adquiriram os ingressos. Segundo o promotor o palco montado deve ser destinado a pessoas deficientes e maiores de 60 anos.

Veja também:

Vereador sousense divulga vídeo nas redes e faz desabafo sobre área VIP de São João

Comentarista político diz que área VIP do São João de Sousa é a “área do 40”

Caso o gestor descumpra a recomendação do MP, poderá responder por crime de responsabilidade e improbidade administrativa.

Confira abaixo:

Documento divulgado no Facebook do promotor de Justiça (foto: reprodução)

DIÁRIO DO SERTÃO

COM OLIVAN PEREIRA

VÍDEO: Exoneração do sobrinho de Rivelino Martins e nomeação de Maura Sobreira agitam o Direto ao Ponto

CONTRA A LIBERAÇÃO

VÍDEO: Comandante da PM de Cajazeiras vê risco de aumentar crimes domésticos e fúteis com posse de arma

EM 2020

VÍDEO: Deputado federal sugere que Chico Mendes pode ser candidato a prefeito de Cajazeiras pelo PTB

UNA FREVO 2019

VÍDEO: Com 16 atrações, destaques nacionais e percurso do frevo, carnaval da cidade de Uiraúna é lançado