header top bar

section content

VÍDEO: Em Sousa, médico cubano passa no Revalida, mas lamenta falta de compromisso do prefeito em ajudar

Apesar da boa notícia, Ariel Sanches continua precisando de ajuda financeira, principalmente para viajar a Brasília para receber certificado e depois para João Pessoa

Por Jocivan Pinheiro

11/04/2019 às 16h45 • atualizado em 11/04/2019 às 18h26

O médico cubano Ariel Sanches Aleman, que reside na cidade de Sousa, no Sertão paraibano, está prestes a voltar a exercer sua profissão. Em janeiro deste ano, Ariel mostrou a difícil situação financeira que ele, sua esposa e filho enfrentam desde que o governo de Cuba rompeu o contrato do programa Mais Médicos com o governo brasileiro.

Mas agora Ariel recebeu a TV Diário do Sertão na sua residência para anunciar que ele passou no Revalida, exame que permite médicos estrangeiros exercerem a profissão no Brasil.

No entanto, apesar da boa notícia, o médico continua precisando de ajuda financeira, sobretudo para viajar a Brasília para receber o certificado e depois a João Pessoa para apresentá-lo ao Conselho Regional de Medicina (CRM). Enquanto isso, Ariel segue desempregado e dependendo da ajuda de moradores do seu bairro para alimentar a família.

VEJA TAMBÉM: Casado com sousense, médico cubano permanece em Sousa, fica desempregado e agora pede ajuda para alimentar a família

O médico cubano Ariel Sanchez Aleman, sua esposa e filho (Foto: Charley Garrido)

Falta de auxílio da prefeitura

Ele revela que o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), não tem cumprido com a promessa de disponibilizar um auxílio financeiro, pois a ajuda não está sendo continuada, ou seja, houve mês que o médico recebeu o auxílio, mas no outro mês, não. Ariel ressalta que o que tem amenizado a situação é a solidariedade dos moradores.

“Eu estou muito agradecido às pessoas que estão sendo muito solidárias, pois o pessoal me acolheu e trouxeram tanta comida para mim que dá para alimentar durante um ano”, disse.

Como ajudar

Ariel Sanches pede a ajuda das pessoas para conseguir comprar as passagens de ida e volta a Brasília para receber o certificado do Revalida. Em seguida precisa ir a João Pessoa apresentar o documento ao CRM. Só assim poderá voltar a atuar como médico nos Postos de Saúde da Família. Quem puder contribuir com as viagens do médico, deve ligar para o telefone (83) 99603-3107.

O outro lado

O Diário do Sertão entrou em contato com o secretário municipal de Comunicação de Sousa, Eugênio Rodrigues, mas ele disse que a Prefeitura não tem nada a declarar sobre o caso.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM RECIFE

VÍDEO: Publicitário cajazeirense que revelou Shaolin e Hulk conta como alcançou sucesso e ganhou prêmios

BOMBEIROS NO LOCAL

VÍDEO: Incêndio destrói fazenda de vereador em Itaporanga, e funcionário suspeita de ato criminoso

CONSÓRCIO NORDESTE

VÍDEO: João Azevêdo destaca potencial tecnológico de Campina Grande em encontro com empresários alemães

ARMAÇÕES?

VÍDEO: Presidente da Câmara de Marizópolis denuncia golpe e ameaças de armação contra “quem pensa diferente”