header top bar

section content

“CHICOTADA E TCHAU”: Prestadores de serviços são ameaçados após cobrar pagamento em Sousa

Um boneco com uma vasilha e um copo vazios foram colocados no local para simbolizar uma criança com fome.

Por Luzia de Sousa

14/08/2019 às 11h12

Prestadores de serviço fecharam nessa terça-feira (13) a porta do Colégio Sinhá Gadelha, localizada no Bairro André Gadelha, em Sousa, na tentativa de receber pelo trabalho de reforma realizado no local.

Três prestadores de serviços que aparecem em vídeo divulgado nas redes sociais contaram que foram dispensados e não receberam pelo trabalho realizado. “Estão só enrolando. Todo dia mandam vir e nada”. Outro prestador disse que foi ameaçado por cobrar pelo serviço prestado.

Um boneco com uma vasilha e um copo vazios foram colocados no local para simbolizar uma criança com fome.

O que ocorreu
Segundo o radialista Levi Dantas, seis prestadores de serviços paralisaram a obra de reforma no colégio por falta de pagamento, e o encarregado da obra contratou novos trabalhadores sem pagar a equipe que estava prestando serviço. “Aqui é chicotada e tchau”. Disse o radialista

Denúncia foi feita nessa sexta-feira (13), na cidade de Sousa

Levi contou que eles prestaram serviço a uma empresa contratada pela prefeitura, e o encarregado teria se comprometido em pagar ainda nessa terça-feira, alegando falta de repasse da prefeitura.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
NO RIO GRANDE DO NORTE

EXCLUSIVO: Irmão da vítima fatal mais jovem do coronavírus no Brasil relata últimos momentos do jovem

UM ESTÁ INTERNADO NO HRC

VÍDEO: Triunfo monitora 5 casos suspeitos de Covid-19, e secretária de Saúde destaca ações preventivas

AMENIZAR SOFRIMENTO

Prefeitura de Monte Horebe anuncia distribuição de novecentas cestas básicas para famílias carentes

PARA EVITAR INFECÇÃO

VÍDEO: UPA de Sousa ‘foi dividida em dois setores’ para atender casos de coronavírus, afirma diretor

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!