header top bar

section content

VÍDEO: Oficial de justiça diz que fechamento de comarcas provocará aposentadoria de oficiais da cidade

De acordo com Najir Ferreira, Cajazeiras conta hoje com o trabalho de 17 oficiais de justiça

Por Rita Veras

17/10/2019 às 17h07

O oficial de justiça de Cajazeiras, Najir Ferreira, que é membro do Sindicato dos Oficiais de Justiça da Paraíba (SINDOJUS-PB), comentou sobre a provável remoção dos oficiais da cidade diante da desinstalação e agregação de comarcas da região, determinadas pelo Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba nessa quarta-feira.

De acordo com Najir, Cajazeiras conta hoje com o trabalho de 17 oficiais de justiça que, se removidos para cidades circunvizinhas, deixarão a comarca em uma situação ‘caótica’.

“Se houver remoção de oficiais de justiça, que tudo indica que vai ocorrer, da comarca de Cajazeiras para cidades circunvizinhas, a realidade será de caos”, destacou o oficial.

VEJA TAMBÉM: Advogados e servidores protestam no fórum de Cajazeiras contra fechamento de comarcas na Paraíba

Fórum da comarca de Cajazeiras-PB

Segundo ele, a remoção provocará sobrecarga para os oficiais que permanecerem na comarca de Cajazeiras. Conforme Najir, isso resultará no pedido de aposentadoria por parte de, aproximadamente, seis dos oficiais que já preenchem os requisitos necessários à obtenção do benefício.

“Aqui tem um caso particular no qual, em média, seis oficiais preenchem os requisitos de obtenção de aposentadoria. Se houver remoções, esses oficiais que permanecerem na comarca, estando em condições de se aposentar, certamente entrarão com pedido de concessão do benefício”, frisou o oficial de justiça.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões

GOVERNO NO FOCO

VÍDEO: Professor comenta os impactos do fim do DPVAT, golpe na Bolívia e invasão à embaixada venezuelana