header top bar

section content

VÍDEO: Clientes se revoltam com atendimento, aglomerações e abandono no Banco do Brasil de Cajazeiras

A principal reclamação dos cidadãos diz respeito aos atendimentos internos, já que a diretoria da agência de Cajazeiras estabelece que só atende 15 pessoas por dia

Por Jocivan Pinheiro

11/07/2020 às 17h06 • atualizado em 11/07/2020 às 17h17

Clientes do Banco do Brasil estão revoltados com vários problemas no atendimento da agência de Cajazeiras durante a pandemia do novo coronavírus.

A principal reclamação diz respeito aos atendimentos internos, pois a diretoria da agência de Cajazeiras estabeleceu que só atende 15 pessoas por dia.

Além dessa quantidade de atendimentos ser muito pouca para a demanda da agência, que é referência para uma região com 15 municípios, os clientes afirmam que muitas vezes retornam para casa sem ter o problema resolvido.

Outro problema grave apontado pelos clientes são as constantes aglomerações no ambiente dos caixas eletrônicos, pois não há nenhum funcionário organizando filas, distribuindo fichas, orientando os auto-atendimentos e higienizando pessoas e equipamentos.

“É um absurdo o tratamento. Todo mundo fica exposto ao vírus, porque da mesma forma que os funcionários têm direito à saúde, nós também temos. É urgente que o Procon e a ouvidoria tomem conhecimento do que está acontecendo”, reclamou uma cliente.

VEJA TAMBÉM

Prefeitura de Cajazeiras fará pesquisa junto à população sobre novas medidas contra a pandemia

Procon de Cajazeiras notifica Caixa Econômica por problemas em terminais de autoatendimento

Agência do Banco do Brasil de Cajazeiras

Resposta do Procon

O diretor do Procon de Cajazeiras, Lívio Augusto, disse que o limite de 15 atendimentos por dia é inaceitável, por isso notificou a superintendência do Banco do Brasil para tomar providências.

“A gente não pode admitir que uma cidade polo como Cajazeiras limite a apenas quinze atendimentos para resolução de problemas. O Procon já notificou o banco e eles têm cinco dias para apresentar uma proposta de solução, e também iremos oficiar o Ministério Público do Estado porque transcende a esfera apenas do Procon”.

Lívio esclarece que a regulamentação do Banco Central deixou a critério de cada agência decidir como será seu contingenciamento de funcionários e atendimentos durante a pandemia. Contudo, se a agência de Cajazeiras continuar atendendo apenas 15 fichas diárias, ela poderá ser penalizada.

Sem resposta do banco

A produção do programa Olho Vivo tentou diversas vezes contato com os canais de assessoria do Banco do Banco para tratar sobre as denúncias, mas algumas ligações não foram atendidas e outras sequer foram completadas.

DIÁRIO DO SERTÃO

SUPERAÇÃO

VÍDEO: menino que nasceu sem braços e pernas emociona ao falar sobre sua história de vida

MAIS UMA OPÇÃO

VÍDEO: Wilson Filho diz que governador ‘olha com carinho’ para sua pré-candidatura a prefeito de JP

PARCERIA NÃO-ELEITORAL

VÍDEO: Pré-candidato aliado do Estado reconhece que governador vai apoiar seu adversário em São João

"MUITAS FALHAS"

VÍDEO: Presidente da Câmara avalia gestão de Zé Aldemir e se decepciona com promessas não cumpridas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!