header top bar

section content

Patos e Santa Terezinha têm menos de dez dias para implementar Fundo da Pessoa Idosa

Os TACs são oriundos de inquéritos civis instaurados

Por Redação Diário

07/10/2020 às 09h44

Mãos idosas (imagem ilustrativa)

As prefeituras de Patos e de Santa Terezinha, no Sertão da Paraíba, deverão implementar as medidas necessárias para a operacionalização e funcionamento do Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, conforme compromisso firmado pelos gestores dos dois municípios com o Ministério Público da Paraíba.

O município de Patos tem até 15 de outubro para editar o decreto e Santa Terezinha deve encaminhar o projeto de lei para criação do Fundo da Pessoa Idosa até 16 de outubro.

De acordo com o representante do MPPB, “diante do aumento da população idosa e de sua atual expectativa de vida, torna-se urgente e indispensável que o Município concretize o seu dever legal de garantir à pessoa idosa a proteção à vida e à saúde, mediante efetivação de políticas públicas que permitam o envelhecimento saudável e em condições de dignidade (Artigo 9, da Lei 10.741/03)”.

O Fundo Municipal da Pessoa Idosa é um instrumento de captação, repasse e aplicação de recursos que financiarão algumas dessas políticas.  Os TACs são oriundos de inquéritos civis instaurados pelo promotor de Justiça de Patos, Elmar Thiago Pereira de Alencar.

DIÁRIO DO SERTÃO

ELEIÇÕES 2020

VÍDEO: Leonardo Gadelha diz que saúde de Sousa está na UTI, e Tyrone chama o adversário de ‘alienígena’

PROPOSTAS PARA SOUSA

VÍDEO: Em debate, candidato propõe modernização do DAESA, e adversário diz que o órgão é um ‘engodo’

DEBATES 2020

VÍDEO: Fábio Tyrone e Valdeci Filho divergem sobre investimentos em moradia popular na cidade de Sousa

"INGRATIDÃO"

VÍDEO: Denise responde a Zé Aldemir após ter família adjetivada de ‘casal anfitrião da Polícia Federal’

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!