header top bar

section content

VÍDEO: Coordenadora de Nutrição da Faculdade Santa Maria esclarece mitos e verdades sobre emagrecimento

Rayanne de Araújo destacou que a função do profissional de nutrição é antecipar uma possível patologia, prevenindo a instalação de algumas doenças e disfunções metabólicas

Por Moisés Conrado

31/08/2021 às 18h10 • atualizado em 31/08/2021 às 18h11

O dia 31 de agosto é o Dia do Nutricionista, e o programa Olho Vivo conversou com a professora Rayanne de Araújo, coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Santa Maria de Cajazeiras.

Rayanne destacou que a função do profissional de nutrição é antecipar uma possível patologia, prevenindo a instalação de algumas doenças e disfunções metabólicas.

“A nutrição é a base para quem busca uma qualidade de vida, para quem busca ter um estilo de vida mais saudável”, falou Rayanne.

A nutricionista esclarece os principais mitos e verdades sobre emagrecimento e explica que a atuação do profissional de nutrição vai muito além da questão de perda e aumento de peso.

Durante a entrevista, a coordenadora do curso de Nutrição explica como desenvolver uma vida saudável que leve a um aumento significativo da imunidade.

Sobre a propagação de que o extrato de própolis aumenta a imunidade contra doenças, a nutricionista explica: “Sim, o própolis tem esse potencial de melhorar a nossa imunidade, mas é preciso desenvolver uma rotina saudável, fazendo escolha de alimentos mais saudáveis e naturais que vão favorecer o aumento da imunidade”.

VEJA TAMBÉM

Especialista em nutrição Gabi Lodewijks cria receita saborosa para diabéticos em quarentena

Professora Rayanne de Araújo, coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Santa Maria de Cajazeiras

Dia do nutricionista

O nutricionista é um profissional de saúde que desenvolve ações no âmbito da atenção dietética e/ou segurança alimentar, destinadas tanto a um indivíduo como a um grupo populacional.

Em 24 de outubro de 1939, durante o Estado Novo (Decreto nº 10.617 do Interventor Federal Dr Adhemar Pereira de Barros), foi criado o curso de formação de nutricionistas o qual exigia para seu vestibular prioritariamente os formados no curso de educador sanitário do Instituto de Higiene de São Paulo, formados em curso de farmácia, e os formados no Instituto Profissional Feminino do Estado de São Paulo, nos cursos de auxiliar de alimentação e educação doméstica. Este primeiro curso de nutricionistas é o embrião de todos os cursos que existem atualmente no Brasil. O curso tinha duração de um ano em tempo integral, sendo ministrado no Instituto de Higiene, fundado em 1918, atual Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

O reconhecimento da profissão como de nível superior ocorreu em 1962 pelo então Conselho Federal de Educação (CFE), órgão do Ministério da Educação, estabelecendo também o primeiro currículo mínimo e fixação da duração de três anos para a formação de nutricionista no país.

Nos últimos 20 anos houve um salto na quantidade de instituições de ensino superior autorizadas pelo MEC. Em 1996 havia 44 instituições, em 2008 já eram 167 instituições. Em 2017 eram 339 instituições, sendo 63 públicas e 276 particulares.

DIÁRIO DO SERTÃO

MELHOR PARA A SOCIEDADE

VÍDEO: “De altíssima periculosidade”, diz delegado sobre três suspeitos presos em São José de Piranhas

MUNDO ANIMAL

VÍDEO: Bombeiro dá detalhes da captura do ‘Macaco Galego’ que tocou terror na região de Cajazeiras

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Avanço da vacina é fundamental para retomada do pequeno negócio, avalia chefe do SEBRAE-PB

"ELE LÁ, MEU GRUPO CÁ"

VÍDEO: Carlos chama Zé Aldemir de Judas Iscariotes e diz que não estará no mesmo palanque que o prefeito

Recomendado pelo Google: