header top bar

section content

VÍDEO: Para advogado, houve crime ambiental da Prefeitura de Cajazeiras ao cortar árvores de cemitério

Corte de várias árvores no Anexo 2 do Cemitério Nossa Senhora Aparecida foi muito criticado por populares que foram ao local visitar entes queridos no Dia de Finados

Por Jocivan Pinheiro

04/11/2021 às 18h02 • atualizado em 04/11/2021 às 20h11

Na coluna Direto ao Ponto desta quinta-feira (04), o advogado Claudenilo Pereira comenta sobre o corte de várias árvores no Anexo 2 do Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Cajazeiras, que foi muito criticado por populares que foram ao local visitar entes queridos no Dia de Finados.

Praticamente todas as ávores foram cortadas no tronco, deixando de prover sombra para os visitantes em um período do ano de intenso calor.

“É preciso apurar juntamente com a SUDEMA e com o IBAMA de que forma foi feita essa poda dessas árvores, porque na verdade não foi poda, foi uma aniquilação total de todas árvores que tinha lá”, disse o advogado em seu comentário semanal.

Para Claudenilo, houve crime ambiental da Prefeitura de Cajazeiras: “É preciso apurar se houve um crime ambiental. No meu entendimento houve porque foram arrancadas todas, sem exceção”.

VEJA TAMBÉM

Advogado diz que políticos sofrerão ‘punições irrisórias’ após mudanças na Lei de Improbidade


  • As falas dos colunistas no Direto ao Ponto não representam a opinião do Diário do Sertão. A responsabilidade são dos colunistas

DIÁRIO DO SERTÃO

ESPETACULAR

VÍDEO: Aposentado de São Gonçalo distribui mudas de plantas frutíferas para várias regiões do país

CAFÉ EMPREENDEDOR

VÍDEO: Psicólogo terapeuta diz que a coisa mais invejada hoje em dia é uma família harmoniosa

FOI INVESTIGADO

VÍDEO: Governador diz que teve a vida ‘virada ao avesso’ pela Operação Calvário, mas nada foi achado

DETECTADA EM CERCA DE 50 PAÍSES

VÍDEO: Ministério da Saúde define estratégias para prevenir aumento de casos da variante ômicron

Recomendado pelo Google: