header top bar

section content

TRAGÉDIA: Mais um policial militar do Sertão da PB é assassinado a tiros; câmeras flagram suspeitos

O soldado Pereira como era mais conhecido foi atingido por um dos disparos, que atingiu a região do tórax.

Por Luzia de Sousa

13/09/2018 às 08h55 • atualizado em 13/09/2018 às 09h15

PM trabalhava no Pernambuco (Foto: Arquivo Pessoal)

O policial militar Eriton de Oliveira Pereira, 32 anos de idade foi assassinado a tiros na noite dessa quarta-feira (12), na Rua Assis Severino Chagas, Bairro Cruz Alta, em Santa Cruz do Capibaribe, Estado do Pernambuco. O PM é natural da cidade de Catolé do Rocha, Sertão da Paraíba.

+ OUÇA: Ex-esposo de policial militar assassinada presta entrevista exclusiva e dá detalhes do crime

Três homens são suspeitos do crime, que chocou a cidade. As informações são do Blog Agreste Notícia, imprensa local da cidade pernambucana.

O soldado Pereira como era mais conhecido foi atingido por um dos disparos, que atingiu a região do tórax. Ele chegou a ser socorrido por populares para a Unidade de Pronto Atendimento de Santa Cruz do Capibaribe, mas não resistiu e foi a óbito.

As Polícias Militar e Civil estão empenhadas nas investigações para tentar elucidar o crime de morte. Imagens registradas por câmeras de monitoramento podem ajudar na identificação dos suspeitos que estavam a pé no momento do crime contra o PM.

O corpo do PM foi encaminhado para o IML da cidade de Caruaru e será transladado para Catolé do Rocha, onde será sepultado.

DIÁRIO DO SERTÃO

Fonte: - http://www.agrestenoticia.com/2018/09/pm-morto-em-santa-cruz-do-capibaribe.html

Recomendado para você pelo google

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento