header top bar

section content

Vereador revela que acionará MP contra ‘invasão’ da Câmara, anuncia contratação de seguranças e responde ao prefeito “dor de cotovelo”

“É difícil encontrar o prefeito aqui no final de semana, e quem fica aqui, no caso dos secretários não têm autonomia de resolver”, disse Marcos Barros

Por Luzia de Sousa

15/05/2017 às 11h50 • atualizado em 15/05/2017 às 14h58

O presidente da Câmara de Vereadores da cidade de Cajazeiras, o socialista Marcos Barros de Sousa, em entrevista exclusiva ao Diário do Sertão nessa segunda-feira (15), comentou o bate boca entre o colega Jucinério Félix e (PPS) e a secretária de Saúde, a primeira Paula Francinete, e disse que está tomando todas as providências para os próximos secretários que serão sabatinados na Casa Otacílio Jurema.

Veja mais!

+ Vereador usa tribuna para denunciar que secretária da gestão “Pra Fazer do Jeito Certo’ autorizou proprietário de terras interditar estrada. VÍDEO

+ Bate boca e discurso acalorado entre primeira-dama de Cajazeiras, líder do prefeito e presidente marcam sessão da Câmara; PM foi acionada

“Encaminhamos expediente à Polícia Civil e vamos procurar o Ministério Público, além de contratar segurança particular para dá expediente na Câmara”, revelou Marcos Barros.

O presidente alegou que a segurança é necessária, pois o plenário da Casa é “constantemente invadido por pessoas estranhas ao trabalho e que estão lá para intimidar o presidente e os demais vereadores”.

Rebate
Quanto as declarações do prefeito José Aldemir (PP) após o ocorrido, dando conta que que o presidente da Câmara estaria com ‘dor de cotovelo’, o socialista assegurou que apenas está cumprindo seu papel de legislador.

“O prefeito deve está preocupado porque os secretários estão sendo convocados para prestar contas dos 100 dias do governo e não tem quase nada para apresentar”, disparou Marcos Barros adiantando que está sendo feito um levantamento por parte da Câmara dos quase R$ 600 mil com bandas para o Carnaval 2017.

Residência
O vereador confidenciou que Zé Aldemir só fica em Cajazeiras da segunda a quinta-feira, pois sua residência oficial é na capital paraibana.

“É difícil encontrar o prefeito aqui no final de semana, e quem fica aqui, no caso dos secretários não têm autonomia de resolver”, disse Marcos Barros

Entenda
Tudo começou com um bate boca entre o presidente da Casa Otacílio Jurema, o vereador Marcos Barros (PSB), o líder do Governo Municipal Jucinério Félix (PPS) e a primeira-dama e secretária de Saúde, Paula Francinete, durante sabatina da atual secretária de Agricultura, a filha do vice-prefeito da cidade, Daniele Thairis.

Assista a discussão na Câmara de Cajazeiras!

DIÁRIO DO SERTÃO

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição

ÁGUA

VÍDEO: Prefeito de Santa Helena inaugura barragem na comunidade São Bento e açude já acumula água