header top bar

section content

Hospital Regional de Cajazeiras emite Nota à Imprensa e explica causa morte de comerciante

Laura como era conhecida deu entrada no HRC se com queixando de dores no corpo, febre branda e manchas avermelhadas.

Por Luzia de Sousa

05/05/2016 às 17h24

Mulher morre no Hospital Regional de Cajazeiras

O Hospital Regional de Cajazeiras emitiu nota para explicar o coso suspeito de dengue hemorrágica, que teria levado a morte da comerciante Laurenice Maciel, 49 anos, moradora do Bairro da Esperança, Zona Sul de Cajazeiras.

Laura como era conhecida deu entrada no HRC se com queixando de dores no corpo, febre branda e manchas avermelhadas.

VEJA TAMBÉM

»Morre no Hospital Regional de Cajazeiras comerciante suspeita de dengue hemorrágica; Esse é o primeiro caso registrado na cidade

» Vereador quer processar médico acusado de maltratar mulher e criança no HUJB

» Diretora do HUJB fala sobre morte de criança e atendimento que virou caso de polpícia

» Criança de dois anos precisa de escolta policial para ser atendida por médico em Cajazeiras

NOTA
A assessoria de comunicação do Hospital Regional de Cajazeiras vem através desta explicar o que se segue:

Nesta última terça feira (03) às 23h a paciente LAURENICE MACIEL, 49 anos de idade, deu entrada no setor de urgência e emergência do Hospital Regional de Cajazeiras, com queixa de dores no corpo, febre branda e manchas avermelhadas.

Diante dos sintomas, foram solicitados e realizados exames para acompanhamento e diagnóstico do caso a ser tratado. A paciente, em sua chegada, relatou que, há alguns dias atrás, a mesma já vinha sentindo os sintomas, vindo a procurar a unidade hospitalar, percebendo o agravo do quadro.

Recebendo o resultado dos exames, a paciente assistida na unidade hospitalar foi avaliada pelo médico infectologista, Dr. Rodolpho Dantas, e após novos exames apresentar resultados alterados, foi diagnosticado que a paciente teria entrado em um quadro clinico grave, apresentando edema pulmonar.

A paciente passou a ser tratada no eixo vermelho II, sendo realizada a reposição de hemácias e administração de medicamentos. Sendo assim, um caso suspeito para dengue hemorrágica, foi realizada a coleta do material e enviado ao LACEN (laboratório central).

Nesse espaço de tempo, em que a paciente seguia sendo monitorada, a mesma teve uma baixa em seu quadro clinico vindo a sofrer uma parada cardiorrespiratória às 19h da noite (04 quarta feira), a equipe entrou com procedimentos e manobras de reanimação cardiopulmonar, mas sem sucesso, registrando a confirmação do óbito às 19h40min.

Vale ressaltar que, a luta contra o mosquito transmissor, não se resume aos cuidados apenas do poder público, seja ele Municipal, Estadual ou Federal, a luta contra o Aedes Aegypti, causador de tais doenças, cabe a toda a população, realizando sempre limpeza nos terrenos, verificando calhas, garrafas, pneus e entre outros. Essa luta é de todos nós.

Daniel Oliveira  de Almeida
Assessor  de Comunicação – HRC

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos

ANTIGO E NOVO

VÍDEO: Secretário e prefeito exibem projeto do novo Museu de Cajazeiras feito por arquiteta cajazeirense

COBRANÇAS INDEVIDAS

VÍDEO: Problemas com empréstimo consignado? Advogado dá orientações para que você não seja negativado