header top bar

section content

Vereador diz que não vê impedimento para Zé Vieira sair candidato e revela possível nome para 2020

Osmar Vitalino disse que ainda não tem uma avaliação da gestão do prefeito José Lins Braga (Zé de Pedrinho-PSDB).

Por Luzia de Sousa

31/07/2017 às 15h00 • atualizado em 31/07/2017 às 17h42

O Caldeirão Político desse final de semana entrevistou o vereador e professor Osmar Vitalino (PP), que assumirá a presidência da Câmara de Vereadores de Marizópolis no biênio 2019-2020. O jovem político também assumiu a secretaria de educação na gestão do ex-prefeito Zé Vieira.

+ Simpatizante do prefeito de Marizópolis denuncia falta de médico e diz que UBS´s são cabides de emprego: “O médico atende uma vez por semana”

O vereador não é de família política e disse que primeiramente tinha pretensão de se candidatar a conselheiro tutelar, mas foi motivado a concorrer uma vaga no legislativo, sendo este o seu terceiro mandato.

Zé Vieira
O vereador declarou que não vê impedimento judicial para que o ex-prefeito volte a concorrer a qualquer cargo eletivo, mas ponderou: “Zé Vieira já trabalhou muito por Marizópolis. Ele me falou que não vai sair da política”.

Vereador de Marizópolis no Caldeirão político

Sucessor
Ele citou o nome de Jefferson Vieira, filho do ex-prefeito como um bom nome para concorrer as eleições municipais em 2020, mas disse ser ainda muito cedo para aprofundar os diálogos nesse sentido.

E o atual?
Osmar Vitalino disse que ainda não tem uma avaliação da gestão do prefeito José Lins Braga (Zé de Pedrinho-PSDB), mas revelou que escuta muitos rumores do próprio grupo do prefeito.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VISTANDO SUA TERRA NATAL

Heron Cid defende centro universitário em Marizópolis e ponto de intersecção entre Sousa e Cajazeiras

BOA NOTÍCIA

Hospital Universitário de Cajazeiras passa a oferecer novos serviços para a população do Alto Sertão

REVOLTA

VÍDEO: ‘Só quem odeia Lula o quer preso, como se ele fosse um bandido perigoso’, diz jornalista

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio