header top bar

section content

Gildemar Pontes

Escritor e Poeta. Ensaísta e Professor de Literatura da Universidade Federal de Campina Grande – UFCG, em Cajazeiras. Graduado em Letras pela UFC, Mestre em Letras UERN. Doutorando em Letras UERN. Editor da Revista Acauã e do Selo Acauã. Tem 22 livros publicados e oito cordéis.

É traduzido para o espanhol e publicado em Cuba nas Revistas Bohemia e Antenas. Vencedor de Prêmios Literários locais e nacionais. Foi indicado para o Prêmio Portugal Telecom, 2005, o principal prêmio literário em Língua Portuguesa no mundo. Ministra Cursos, Palestras, Oficinas, Comunicações em Eventos nacionais e internacionais. Faixa Preta de Karate Shotokan 3º Dan.

Email: gilpoeta@yahoo.it

OPINIÃO | 16/05/2014 17:42

Se envergonha, povo Brasileiro

Todos vimos estupefatos a TV mostrar os saques em Pernambuco. Bastou uma greve da Polícia Militar para mostrar a fragilidade do Estado brasileiro em prover a segurança do cidadão. Somos órfãos de políticas públicas e o governo federal pousa cinicamente de democrata num estado à beira da falência moral, ética e educacional.  O fato de […]


OPINIÃO | 12/04/2014 08:24

Antes arte do que tarde

Há muito tempo, descobri que não poderia viver sem a arte. Quando criança, foram as leituras dos contos infantis. Os irmãos Grimm, Christian Andersen, Charles Perrault, As mil e uma noites, os contos de Trancoso, contados por minhas tias, todos eles iluminaram o meu espírito infantil, sem contar os inúmeros cordéis que eu ouvia, narrados […]


OPINIÃO | 01/04/2014 16:54

A ditadura matou a minha mãe

Eu senti as dores das mães da Plaza Del Mayo, em Buenos Aires, que reclamavam seus filhos perdidos durante a ditadura na Argentina. Aqui no Brasil, a ditadura militar vitimou milhares de jovens e feriu o coração de milhares de mães, impondo um toque de recolher na esperança e fazendo da ausência uma lacuna indevassável […]


OPINIÃO | 28/03/2014 19:58

O amor, a poesia e a inutilidade de todas as coisas

1. Os amantes merecem o céu porque amam. Deles são extraídas as verdades que construíram a história de tantos homens e mulheres, sob a bandeira do amor e da paixão. Pelo amor já se fez guerra, já se matou, já se morreu, porque o amor está acima da vida e da morte. Só quem ama […]


OPINIÃO | 28/02/2014 00:39

Para sermos luz

O amor está em nós desde que nascemos. Sem o amor vamos ficando pela metade, desencontrados, acostumados aos vazios como se eles fossem nosso espaço. E não são. Nosso espaço é o da solidariedade, da partilha dos sorrisos, dos olhos que brilham de alegria e marejam de tristeza.  Encontrar ou reencontrar nosso espaço de ser […]


Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!