header top bar

section content

VÍDEO: Após chacina praticada por adolescente em Patos, padre desabafa: “Estamos saturados de chorar”

Em celebração, padre Fabrício Timóteo pede cura, pacificação e libertação das famílias paraibanas

Por Diário do Sertão

21/03/2022 às 16h48 • atualizado em 21/03/2022 às 16h51

Após a tragédia que chocou o Brasil no último sábado (19), na cidade de Patos, sertão paraibano, onde um adolescente de 13 anos matou a mãe, o irmão de 7 anos e feriu e pai com uma arma de fogo, líderes religiosos se manifestaram durante missas e cultos no final de semana.

Na missa de domingo da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Taperoá, que faz parte da Diocese de Patos, o famoso padre Fabrício Timóteo desejou cura e paz espiritual para as famílias sertanejas.

O sacerdote pediu proteção aos mais vulneráveis e bênçãos para a cidade de Patos, em especial para famílias desestruturadas que não rezam e que não vivem os valores cristãos. “Estamos saturados de notícias ruins, estamos saturados de notícias dolorosas, opressoras, que nos fazem sofrer e chorar”, disse o padre.


VEJA TAMBÉM

Religiosos realizam ato ecumênico em frente à residência onde houve a chacina na cidade de Patos

Advogado explica internação de adolescente que matou a mãe, o irmão e baleou o pai em Patos

Médico fala sobre estado de saúde do sargento de Patos e diz que PM continua sem sentir as pernas

Em Patos, adolescente alega ter matado mãe e irmão por ser privado de praticar jogo online


O caso

De acordo com a Delegacia de Homicídios e Entorpecentes (DHE) de Patos, o adolescente utilizou uma arma de fogo do pai, que é sargento militar da reserva, para atirar nos familiares. Ele matou a genitora, o irmão de 7 anos e deixou o pai gravemente ferido. O adolescente tentou forjar um suposto assalto, mas após a polícia elucidar o crime, ele acabou confessando.

Ele disse à polícia que praticou o crime porque seus pais não queriam permitir que passasse o dia todo jogando jogo online, sem realizar as tarefas da escola nem ajudar em afazeres domésticos. No depoimento, o menor teria dito que a ‘gota d’água’ foi o pai ter tomado seu celular.

DIÁRIO DO SERTÃO

TEMA IMPORTANTE

VÍDEO: “O assistencialismo não contribui para a transformação social”, diz gestor de projetos

NOVO EMPREENDIMENTO

VÍDEO: Empresário cajazeirense inaugura parque de vaquejada e se emociona ao ver reportagem com o pai

"SAGA GIGANTESCA"

VÍDEO: Filho se emociona ao lembrar o dia em que intubou Normando Sóracles, que faleceu de Covid-19

SEGURA

VÍDEO: Juiz de Itaporanga condena fake news sobre urna eletrônica: “Quem mais contesta ganhou pleitos”

Recomendado pelo Google: