header top bar

section content

VÍDEO: Padre de Cajazeiras diz que mesmo que não fosse pecado comer carne, é impossível devido ao preço

O jejum da carne é uma prática bastante comum para os católicos, assemelhando a abstenção ao sofrimento de Cristo na cruz

Por Diário

13/04/2022 às 17h57 • atualizado em 13/04/2022 às 17h58

Em entrevista ao programa Olho Vivo da Rede Diário do Sertão, o Padre Francivaldo do Nascimento Albuquerque fala sobre o jejum da carne na Semana Santa e os abusivos aumentos no preço do alimento.

O jejum é uma prática bastante comum para os católicos, assemelhando a abstenção da carne ao sofrimento de Cristo na cruz, com um esforço de se converter e organizar o exterior e o interior do ser. As privações voluntárias tem como referência o domínio entre a vontade e a submissão, além de saber controlar-se.

“O aspecto maior não está naquilo que entra na boca do cristão na Semana Santa, mas naquilo que sai. Nada melhor hoje do que a grande abstinência da língua e do coração que produz o ódio que muitos carregam no Brasil”, comentou o padre. “Mesmo não sendo pecado, não é possível porque um quilo de carne a R$ 45,00, R$ 55,00, não é possível”, acrescentou.

O padre faz uma crítica também relacionada às fake news, ressaltando que a importância maior é extrair, de fato, o que é paixão e as lições mais profundas de solidariedade que Cristo nos deixou para sermos pessoas melhores.

DIÁRIO DO SERTÃO

INVESTIGAÇÃO

VÍDEO: Cajazeirense de 75 anos é morto com 7 facadas dentro de apartamento na zona sul de João Pessoa

RETA FINAL

VÍDEO: Talentos do Sertão 2022 encerra fase de eliminação e inicia semifinal no Teatro Ica em Cajazeiras

LAMENTÁVEL

VÍDEO: Agricultor de 61 anos morre em acidente de moto na PB 313 na região de Catolé do Rocha

SUPERAÇÃO

VÍDEO: Cantor cajazeirense que gravou com Hiago Nobre relata reviravolta em sua vida no Show Diário

Recomendado pelo Google: