header top bar

section content

Escola de Cajazeiras diminui horário de aulas e muda a merenda por falta d’água – VÍDEO!

Direção da escola alega que a Cagepa aumentou o número de dias sem água no rodízio e não avisou previamente

Por Jocivan Pinheiro

04/08/2016 às 16h12 • atualizado em 04/08/2016 às 16h17

Por causa da escassez de água no Açude Engenheiro Havidos (Boqueirão de Piranhas), que está com apenas 7% da sua capacidade, alguns bairros de Cajazeiras estão enfrentando racionamento há mais de um ano. Só que nos últimos dias a situação piorou e a pouca água disponível está demorando cada vez mais a chegar às residências. Moradores reclamam que em alguns lugares o líquido demora até mais de uma semana.

Escola

Escola Matias Duarte Rolim, no Bairro dos Remédios

É o caso da Escola Municipal Matias Duarte Rolim, no Bairro dos Remédios, que teve que reduzir o horário das aulas e mudar o cardápio da merenda escolar por causa da falta d’água. Segundo a mãe de um aluno, tem dias em que o lanche é apenas fruta porque não há água para cozinhar outras comidas. A direção da escola alega que a Cagepa aumentou o número de dias sem água no rodízio e não avisou previamente, por isso os reservatórios da escola secaram.

VEJA TAMBÉM: Cagepa reduz captação em açude, e diretor garante água em Cajazeiras até 2017

» Gerente da Cagepa anuncia adutora para ‘salvar’ cidade do Vale do Piancó

Já o diretor regional da Cagepa, Cleudismar Alexandre (Nenem da Cagepa), afirma que houve um rompimento de tubulação na adutora e esse problema teria ocasionado a suspensão da distribuição de água em alguns bairros da zona sul, principalmente o Bairro dos Remédios que, segundo ele, é o mais distante do Açude Boqueirão e fica em uma parte alta da cidade.

No entanto, no mês passado Nenem contou à TV Diário do Sertão que a Cagepa foi orientada a reduzir mais uma vez a captação em Boqueirão e isso prolongou o racionamento na cidade. A captação que era de 153 litros por segundo passou a ser de apenas 120 l/s. Boqueirão de Piranhas tem capacidade para 250 milhões de m³ de água, mas atualmente está com pouco menos de 18 milhões, que corresponde a 7% da sua capacidade.

Versão da Secretaria de Educação

A Secretaria de Educação do município de Cajazeiras informou que a maioria das escolas avisa quando fica sem água para que a Secretaria possa providenciar carros-pipa para abastecer. Porém, ela alega que não tomou conhecimento do caso da Escola Matias Duarte Rolim, no Bairro dos Remédios.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SONHO REALIZADO

VÍDEO/FOTOS: Prefeitura de Cajazeiras realiza sorteio de 300 apartamentos e evento é marcado pela emoção

MUITA ÁGUA!

A MAIOR DA HISTÓRIA: ruas e avenidas em Sousa viram rios após fortes chuvas durante a madrugada. Veja!

SERTÃO EM DESTAQUE

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, Paulo Maia toma posse para comandar OAB Paraíba até 2021

MODELOS DE SUCESSO

VÍDEO: Empresários do Pará interessados em implantar TV A CABO visitam Netline e TV Diário do Sertão