header top bar

section content

Mais de R$ 7 milhões deixarão de ser arrecadados pelos municípios da região de Sousa com reforma do IR

Os municípios paraibanos devem perder mais de R$ 230 milhões com a aprovação pela Câmara dos Deputados do projeto que altera regras do Imposto de Renda

Por Jocivan Pinheiro

07/09/2021 às 11h01 • atualizado em 07/09/2021 às 11h03

Câmara dos Deputados (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Os municípios paraibanos devem perder um total de R$ 231.405.162,00 com a aprovação pela Câmara dos Deputados do projeto que altera regras do Imposto de Renda (PL 2337/21).

De acordo com levantamento realizado pelo Diário do Sertão, os municípios de Sousa, Aparecida, Lastro, Marizópolis, Nazarezinho, Santa Cruz, São Francisco, São José da Lagoa Tapada e Vieirópolis serão impactados com a perda de R$ 7.437.20,00.

Segundo a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (FAMUP), 72% dos municípios devem ser prejudicados, pois vivem dos repasses federais já que não possuem uma arrecadação própria.

VEJA TAMBÉM

Reforma do Imposto de Renda poderá retirar mais de R$ 8,5 milhões da região do Vale do Piancó

Municípios da região de Cajazeiras podem perder mais de R$ 13 milhões com reforma do IR

O texto produzirá perdas da ordem de R$ 9,3 bilhões anuais para os municípios brasileiros (sendo R$ 5,6 bilhões no fundo de participação e R$ 3,7 bilhões no imposto próprio dos municípios), recursos esses que, na prática, serão subtraídos das ações em saúde e educação pública financiadas pelas prefeituras. A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) disse que vai atuar para reverter o texto no Senado Federal e evitar as perdas.

AS MODIFICAÇÕES

Duas alterações ampliaram significativamente a perda dos Municípios: a manutenção do desconto simplificado do IRPF para contribuintes que ganham mais de R$ 40 mil anuais e a redução da alíquota sobre lucros e dividendos de 20% para 15%. Com essas e outras concessões anteriormente feitas pelo relator para atender a grupos de interesse, a perda do FPM, inicialmente projetada para não ultrapassar R$ 1 bilhão, cresceu para R$ 5,6 bilhões.

OS VOTOS

Da bancada paraibana na Câmara Federal composta por doze deputados, o único voto contrário a Reforma do Imposto de Renda foi de Aguinaldo Ribeiro do Progressistas. Já Damião Feliciano (PDT), Edna Henrique (PSDB), Efraim Filho (Democratas), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB), Hugo Motta (Republicanos), Julian Lemos (PSL), Pedro Cunha Lima (PSDB), Ruy Carneiro (PSDB), Wellington Roberto (PL) e Wilson Santiago (PTB) foram favoráveis ao projeto.

OS IMPACTOS NOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SOUSA

Sousa – R$ 2.561.114,00
Aparecida – R$ 579.808,00
Lastro – R$ 556.225,00
Marizópolis – R$ 617.942,00
Nazarezinho – R$ 553.404,00
Santa Cruz – R$ 520.553,00
São Francisco – R$ 554.879,00
São José da Lagoa Tapada – R$ 536.732,00
Vieirópolis – R$ 563.063,00

DIÁRIO DO SERTÃO

DE PARABÉNS

VÍDEO: João Azevêdo parabeniza Patos pelos 118 anos e destaca investimentos superiores a R$ 320 milhões

AUTOMÓVEL DESTRUÍDO

VÍDEO: Acidente com capotamento é registrado na BR-230 em Cajazeiras e motorista é socorrido ao HRC

AÇÃO RÁPIDA

VÍDEO: Bandidos invadem residência em Pombal durante a madrugada e PM consegue impedir ação de meliantes

SUCESSO

VÍDEO: Acústico Diário recebe dupla da região de Sousa pela segunda vez e programa bomba em audiência

Recomendado pelo Google: