header top bar

section content

Funcionário público de Marizópolis acusa prefeito de agressão e caso vai parar na polícia

Ele declarou que Zé de Pedrinho estava com sintomas de embriaguez alcoólica. "A todo momento falava com tom de voz alto e muito exacerbado".

Por Luzia de Sousa

02/02/2018 às 15h46 • atualizado em 03/02/2018 às 10h18

Zé de Pedrinho da cidade de Marizópolis

Um motorista, funcionário público efetivo do município de Marizópolis, no Sertão da Paraíba alegou ter sido agredido verbalmente pelo prefeito José Lins Braga (Zé de Pedrinho – PSDB), e o caso acabou na Delegacia de Polícia Civil da cidade de Sousa.

Veja mais!

TOQUE DE RECOLHER? Prefeitura de Marizópolis emite notificação proibindo comerciantes de abrirem seus estabelecimentos aos domingos

Zé Vieira batiza sucessor de ‘gerente’, diz que pode deixar vida pública, fala sobre Andaime e afirma que atual prefeito de Marizópolis só inaugura pintura de meio fio. VEJA VÍDEO!

+ Simpatizante do prefeito de Marizópolis denuncia falta de médico e diz que UBS´s são cabides de emprego: “O médico atende uma vez por semana”

O caso ocorreu no último domingo (28), às 20 horas. O funcionário público, que é locado na Secretaria de Saúde de Marizópolis explicou, durante a denúncia, que estava de plantão e transportava um paciente para o Hospital Regional de Sousa.

De acordo com o funcionário, quando passava pela Rua Camilo Gomes de Farias, centro da cidade foi interceptado por um veículo, onde estavam, o gestor público e um popular. Segundo o servidor, Zé Pedrinho mandou que ele parasse o carro, onde estava o paciente e o ameaçou de demissão.

Ele declarou que o prefeito ligou para o secretário de saúde mandando que recolhesse o veículo, adiantando que Zé de Pedrinho estava com sintomas de embriaguez alcoólica.

“A todo momento falava com tom de voz alto e muito exacerbado”, diz trecho do Boletim de Ocorrência.

O boletim de ocorrência foi registrado da delegacia de Sousa

O outro lado
A redação do Diário do Sertão entrou em contato com a assessoria do prefeito esta semana, que confirmou a abordagem ao veículo do servidor, porém negou a agressão verbal e alegou questões políticas. “Tudo mentira essas coisas aí, inclusive o funcionário já está se redimindo e quer tirar a queixa”, contou o assessor de Zé de Pedrinho.

DIÁRIO DO SERTÃO

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco