header top bar

section content

VÍDEO: Líder de organização criminosa é preso em operação conjunta da PC e PM, em São José de Piranhas

Com o suspeito foram apreendidos tabletes de maconha, uma espingarda e uma grande quantidade de pássaros

Por Luiz Adriano

14/07/2021 às 11h05 • atualizado em 14/07/2021 às 11h29

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar efetuada nas cidades de São José de Piranhas e Monte Horebe, na região de Cajazeiras, resultou na prisão de um líder de organização criminosa. O indivíduo, que tem 28 anos, foi detido no início da manhã desta quarta-feira (14) na residência de seu pai, no município de São José de Piranhas.

Segundo o delegado da 20ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Cajazeiras, Ilamilto Simplício, a ação recebeu o nome de ‘Operação Jatobá’, em alusão ao antigo nome da cidade de São José de Piranhas.

VEJA TAMBÉM

VÍDEO: Homem quebra o próprio celular ao ser preso na zona rural de São João do Rio do Peixe

(Foto: divulgação – PCPB)

O delegado disse ainda que a atividade policial se deu em função de que na tarde desta terça-feira (13), um dos líderes do tráfico na região, “de forma audaciosa” teria efetuado disparos contra uma guarnição e uma viatura da PM na cidade de Monte Horebe, “no sentido de intimidar a Polícia Militar na região”. A autoridade policial disse também que o suspeito teria dito que a PM estaria o incomodando.

“Como forma de reprimir com veemência e mostrar a força do estado e da polícia, nós fizemos essa operação nos dois municípios, e o líder dessa organização criminosa está preso nesse momento”, disse Ilamilto Simplício.

A prisão se deu através de uma ação integrada entre a Polícia Civil, PM e ainda contou com o apoio de uma guarnição do Corpo de bombeiros.

Conforme o delegado Ilamilto Simplício, “o principal alvo da operação foi preso que é justamento o líder da organização e aquele que de forma audaciosa efetuou disparos contra a PM tentando intimidar o trabalho na região”, disse.

Com o suspeito foram apreendidos tabletes de maconha, uma espingarda e uma grande quantidade de pássaros. Conforme a Polícia Civil, o investigado poderá ser enquadrado em tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo, além de crime ambiental.

(Foto: divulgação/PCPB).

“Ele já respondia procedimentos, estava em regime semiaberto. O regime vai ser regredido para regime fechado. Estava com a prisão decretada também, então a operação atingiu seu objetivo”, explicou Ilamilto.

“O recado da polícia é esse: toda vez que houver um atentado contra a Polícia Militar, Polícia Civil ou qualquer força de segurança, nós iremos atuar com veemência, rebater com veemência, porque a polícia não vai se intimidar com qualquer tipo de ação de qualquer bandido da região, o estado vai marcar presença, o estado é mais forte. É nesse sentido que o recado foi dado à bandidagem da região”, ressaltou o delegado.

Após a prisão, o investigado foi conduzido à cadeia pública de São José de Piranhas, entretanto, o delegado informou que a Polícia Civil irá “representar pela sua transferência” para um presídio maior, em Campina Grande ou João Pessoa.

Confira mais uma fala do delegado da 20ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Cajazeiras, Ilamilto Simplício, dando mais detalhes da Operação Jatobá:

Veja mais fotos da Operação:

DIÁRIO DO SERTÃO

LEI MARIA DA PENHA

VÍDEO: Delegado diz que suspeito de incendiar casa, em Cajazeiras, irá responder por violência doméstica

TALENTO SERTANEJO

VÍDEO: Natural de Uiraúna, autor de “A inveja mata” se apresenta no Acústico Diário com novos sucessos

ATO DE LOUCURA

VÍDEO: Durante briga com namorada, jovem de 23 anos toca fogo na casa dos pais, no Centro de Cajazeiras

PRÊMIOS

VÍDEO: Quarta edição do Bilhete Social Doação da Sorte sorteia uma TV Smart e mais R$ 50 mil em dinheiro

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!