header top bar

section content

TJ julga mantém leis que fixam remuneração do prefeito, vice-prefeito e secretários de Sousa

No recurso proposto junto ao TJ, o relator João Alves da Silva, entendeu por extinguir a Ação Popular, alegando que foi promovida por parte ilegítima.

Por Luzia de Sousa

05/06/2018 às 14h33

Justiça decreta nulidade de ato de prefeitura

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Paraíba, em sessão realizada nessa segunda-feira (04), julgou improcedente o Agravo de Instrumento em sede de ação popular em desfavor da Prefeitura e a Câmara Municipal de Sousa, para suspender os efeitos das Leis municipais 2.420/2012 e 2.625/2016, que fixaram os subsídios e remuneração do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais de Sousa.

Na ação, a 4ª Vara Mista da Comarca de Sousa deferiu liminar para que fossem suspensos os efeitos das leis aprovadas pelo Poder Legislativo Municipal, sob argumento da existência de “probabilidade do direito e dano ao erário”.

No recurso proposto junto ao TJ, o relator João Alves da Silva, entendeu por extinguir a Ação Popular, alegando que foi promovida por parte ilegítima, ou seja, por eleitor que não possuía domicilio eleitoral no município, nem comprovou que residia em Sousa.

Segundo os advogados da Prefeitura e Câmara, a ação popular questionada teve objetivos eleitorais, visando prejudicar direito assegurado por lei ao prefeito Fábio Tyrone (PSB), ao vice Zenildo Oliveira (PSD), ao presidente da Câmara, Aldeone Abrantes (PTB) e secretários municipais.

Na decisão, o relator ficou consignado que “os autores buscam defender interesses da coletividade a qual não fazem parte ou não mantém qualquer tipo de vinculação, o que é inaceitável. Portanto, a parte autora é ilegítima para figurar no polo ativo da demanda, uma vez que não residem no município e não possuem nenhum interesse com relação a defesa da sociedade Sousense”. Disse o desembargador

DIÁRIO DO SERTÃO com assessoria

Recomendado para você pelo google

ENTREVISTA

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

PREFEITO DE MONTE HOREBE

VÍDEO: Marcos Eron admite querer a reeleição, nega distanciamento da vice e manda recado para oposição