header top bar

section content

Mariana Moreira

Professora Universitária e Jornalista

Email: altopiranhas@uol.com.br

| 25/10/2019 09:27

O nosso pulmão, onde respira?

Por onde respiramos? A resposta não se resume a uma mera explicação fisiológica. Envolve todo um escopo político traduzido em qualidade do ar, no local onde respiramos, na energia que a respiração sintetiza e processa em nossos organismos físicos e políticos. E a cidade, por onde respira? Não falo da cidade física, fria, nua, em […]


| 30/08/2019 14:40

Para mães da lua e amazonias

Na minha infância, nas bocas de noite enluaradas, o canto triste e arrastado de uma ave exercia sobre mim um sentimento dúbio. Por um lado, me encantava o som prolongado e forte que se espraiava pela caatinga tingida dos brancos algodoais, enquanto uma lua iluminava trilhas e caminhos seguidos na direção das renovações e visitas […]


| 16/08/2019 09:16

A fumaça da nossa burrice

A coluna de fumaça se projeta sobre a cidade riscando no céu o macabro espetáculo tradutor de nossa irracionalidade. Invadindo as narinas da urbe com seu asfixiante teor de dejetos e resíduos putrefatos, a fumaça escancara a irresponsável atitude que os homens adotam diante da natureza, mesmo quando esta sinaliza sua tristeza, em toda amargura […]


| 09/08/2019 07:39

As celebrações de Maria, a lei

Os treze anos da Lei Maria da Penha traz para o cenário das celebrações algumas questões pertinentes e necessárias ao debate sobre a violência contra a mulher e as questões de gênero que, mediadas pela cultura, permeiam e transversalizam as relações entre pessoas. O primeiro ponto de destaque é a repercussão da lei junto a […]


| 02/08/2019 07:57

Saber da escolha

Nestes tempos em que fritar hambúrguer é prerrogativa para a indicação a função de embaixador, ou que a resposta oficial para solucionar o crescimento da violência sexual, do feminicídio, da exploração turística do sexo é a produção e distribuição de calcinhas a sabedoria popular nos recomenda um ensinamento para entender essa situação, qual seja “comer […]


| 26/07/2019 08:53

Lembranças que humanizam

Na pressa cotidiana sou abordada na rua. – Mariana, ainda tenho guardado o jornal com a crônica que você fez para meu pai. O meu interlocutor é uma figura bem conhecida na cidade. Funcionário de uma concessionária de automóveis se destaca pela intensa paixão que devota ao seu time de coração e de onde vem […]


| 19/07/2019 09:47

Saudades que ensinam

O tempo, senhor de todas as vontades, transforma a dor em saudades. E assim, a mágica capacidade de viver vai nos adequando a novas realidades sem as vozes, os gestos, as presenças, os cheiros, os afagos. Hoje, papai, tua ausência já soma quatorze anos. Mas, em Impueiras, o som de teu assobio, nos finais de […]


| 28/06/2019 08:34

Malassombros modernos

As derradeiras brumas da fria noite de São João se dissipam no ar, tangidas pelos incandescentes raios de um sol que desponta entre amadurecidas folhas de jucás e aroeiras, que se despedem da fartura de chuvas. As escassas ramagens da frondosa cajazeira escondem afoitos galos de campina que, maviosos, anunciam o novo dia enquanto ao […]


| 17/05/2019 14:48

Pensar é perigoso? Ou inútil?

O que é um inocente útil? Porque, em momentos vários da nossa história, pensar torna-se um crime de lesa pátria? Por que o conhecer, quando apropriado e manipulado (no sentido de ressignificar com mãos, reais ou políticas), tornar-se uma perigosa ameaça a ordem estabelecida? Sobretudo, quando esta ordem se sustenta e se legitima em bases […]


| 01/05/2019 19:24

Para Kininha: Louvação e amizade, Por Mariana Moreira

De repente, a velocidade das novas ferramentas de interação e comunicação escancaram a dor e a trágica surpresa de tua súbita morte. A incredulidade ante o inevitável causa reboliço e nos atordoa. A profusão de sentimentos tem como referência e substância uma inquietação: a amizade e suas múltiplas vivências nestes tempos de ligeireza, atropelos, sobrecargas […]

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!